Futebol

Raphael Veiga diz qual a diferença de seu estilo de jogo para o de Guerra

Publicado às

Jornalista formado pela FIAM-FAAM. Setorista do Internacional e do Fluminense no Torcedores.com. Também escreve sobre o Palmeiras no site. Contato: mohamed.nassif12@hotmail.com

Raphael Veiga

Crédito: Cesar Greco/Palmeiras - Raphael Veiga (Palmeiras)

O Palmeiras tem três meias, sendo dois deles mais utilizados no elenco. Enquanto Hyoran busca seu espaço, Guerra já caiu nas graças da torcida palmeirense e Raphael Veiga está conquistando seu lugar no time de Cuca aos poucos.

O camisa 20 entrou em campo nos últimos jogos do Palestra Italia e demonstrou evolução, o que o fará ter mais uma chance contra o Botafogo, no Rio de Janeiro, quarta-feira que vem.

Veiga tem um estilo de jogo diferente de Guerra. O ex-jogador do Coritiba disse em entrevista coletiva as diferenças entre seu futebol e o do venezuelano:

“O Cuca todo tempo que eu entro nos treinamentos fala para fazer mais ou menos a função do Guerra. O Guerra fica mais próximo de centroavante, eu prefiro vir tocando de trás como elemento surpresa.”

Raphael Veiga vinha sendo reserva, mas começou a ter mais chances no time. Para o meia, isso está acontecendo porque desde o começo da temporada vinha se preparando nos treinos para quando a oportunidade aparecesse, ele a aproveitasse:

“Eu venho treinando bastante, sabia que no começo do ano precisava treinar para as oportunidades aparecerem. Eu quero jogar sempre, treino para jogar.”

Veiga deverá ser titular do Palmeiras nesta quarta-feira contra o Botafogo, no Rio de Janeiro. Ele ganhará a vaga de Guerra, que está machucado.

LEIA MAIS: Raphael Veiga diz que ambiente no Palmeiras está bom: “as pessoas inventam situações”

                     Veiga explica porque está tendo mais chances no Palmeiras

*Este artigo tem parceria com a Fan Page “Guerreiros Palestrinos” – curta abaixo!