Futebol

Xô zica! Após 85 dias na seca, Náutico vence a primeira na Série B

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: FOTO: Site/Clube Náutico Capibaribe

O Náutico não vencia uma partida desde o dia 10 de abril, a última vitória aconteceu ainda pelo Estadual quando venceu o Santa Cruz. Ao todo, um total de 15 partidas de jejum, com 4 empates e 11 derrotas, sendo seis delas consecutivas, teve fim nessa noite. Longe de casa, o gol solitário de Gilmar fez o Timbu somar seus três pontos na tabela. A vitória é insuficiente para tirar o time da lanterna, agora com cinco pontos, serve para dar uma melhora ao ambiente. O time alvinegro, por sua vez, amarga a quarta derrota consecutiva e permanece na 18ª posição, com 12 pontos.

Copa Paulista: Portuguesa vence ‘duelo da colônia’ e fecha primeira rodada

O ABC joga na próxima terça-feira, às 19h15, contra o Londrina-PR, no Estádio do Café. O Náutico também joga no mesmo dia, só que um pouco mais tarde – às 21h30 – contra o Juventude, na Arena de Pernambuco.

A primeira etapa foi sofrível aos olhos de quem esteve no Frasqueirão nesta terça (04). Vários erros na execução das jogadas ofensivas, deixaram fácil a marcação defensiva se sobressair perante ao ataque das equipes. Pecando no último passe, o ABC até tentou atacar, foi mais presente no campo de defesa adversário, mas custou chutar na meta pernambucana.

Mostrando evolução desde a última partida da Segundona, o Timba mostrou um bom futebol, mas muito longe do ideal que vá fazer a equipe reagir na Série B. O único chute na barra da etapa aconteceu aos 8 minutos, com Giovanni batendo de longe para fácil defesa de Edson no meio do gol.

Com futebol digno de quem integra a zona de rebaixamento da Série B, ABC e Náutico agrediram a bola na etapa inicial  e saíram para o intervalo zerado.

A segunda etapa começou mais acelerada, mas longe de ainda ser ideal aos olhos de quem assistia a partida. Um pouco melhor, a equipe potiguar assustou logo aos 9 minutos. Eltinho lançou Caio Mancha, que acertou a trave.

O jogo ganhou em movimentação, o ABC por pouco não chegou ao gol, sempre errava no último passe. Melhor para o Náutico. O Timbu foi letal no ataque. Aos 21 minutos, Erick tentou driblar dentro da área, a zaga cortou e a bola sobrou para Sueliton, que cruzou na medida para Gilmar cabecear para as redes. Lei do ex a favor do Timba.

Perdendo em casa e na degola, o ABC partiu para cima, mas seguia errando, dessa vez na hora da finalização. Aos 25, Zotti subiu sozinho na área e cabeceou com perigo para fora. Aos 44, a melhor chance de empate do ABC. Após escanteio, Eltinho cabeceou, a bola bateu em Breno e Tiago Cardoso salvou em cima da linha. Mas o placar não se mexeu. Melhor para os alvirrubros, que tiraram a “zica”.

FICHA DO JOGO:

ABC: Edson; Bocão, Oswaldo, Felipe e Eltinho, Anderson Pedra (Gegê), Felipe Guedes, Erivélton (Dalberto) e Zotti; Echeverría (Marques) e Caio Mancha
Técnico: Geninho

NÁUTICO: Tiago Cardoso; Sueliton, Breno Calixto, Feliphe Gabriel e Léo Carioca (Aislan); Amaral, Darlan, e Giovanni (Jobson); Jeanderson (Manoel), Erick e Gilmar
Técnico: Beto Campos

Local: Frasqueirão, em Natal
Árbitro: Rodrigo D. Alonso Ferreira (SC)
Assistentes: Thiaggo Americano Labes (SC) e Eder Alexandre (SC)
Gol: Gilmar (21’ do 2ºT)
Cartões amarelos: Eltinho, Felipe Guedes (A); Sueliton e Léo Carioca (N)