Torcedores – Notícias Esportivas

Alonso dispara contra o motor Honda, e classifica desempenho na Bélgica como “vergonhoso”

Pelo visto, o final de semana da McLaren em Spa-Francorchamps foi pior do que Fernando Alonso esperava: mesmo após um desempenho “ok” no treino classificatório, e uma largada impressionante, o espanhol foi presa fácil dos adversários, e antes do término da prova, ele teve que abandonar por conta de mais um problema com o motor Honda, para desespero do bicampeão, que classificou a falta de potência em relação aos rivais como “vergonhoso”.

Rodrigo Nascimento dos Santos
Colaborador do Torcedores

Crédito: Instagram Oficial de Fernando Alonso

Desta vez, Fernando Alonso voltou a chutar o balde: após uma largada impressionante, na qual o espanhol conseguiu saltar da décima para a sétima posição, tudo que ele pôde fazer foi observar a facilidade na qual era ultrapassado pelos adversários na reta após a Eau Rouge, claramente por conta da diferença abissal de potência do motor Honda em relação aos outros motores do grid.

Irritado com o desempenho, Alonso deixou claro no rádio durante a prova, o quanto era vergonhoso a situação da McLaren na pista, e após 25 voltas, o espanhol recolheu o carro, se retirando da prova após uma repentina perda de potência:

“Perdemos a potência de forma repentina, sem aviso. Contudo, vinha sendo uma corrida muito complicada para pontuar, de modo que foi uma pena. Mas fico com os tempos de hoje, a largada de hoje, a primeira volta e, a partir daí, é tentar melhorar para a semana que vem, em Monza.”

“A largada foi boa, tudo correu bem, e logo veio a ultrapassagem de Ocon. Tentei fechar a porta por um lado, mas quando estava freando, vi um sinal amarelo, ou algum problema, não esperava. Até consegui me manter à frente nesta volta, mas na volta seguinte passaram por cima de mim”, lamentou o espanhol.

LEIA MAIS:
F1: VOTE NO MELHOR E NO PIOR PILOTO DO FIM DE SEMANA NO GP DA BÉLGICA
F1 2017: CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO DO MUNDIAL DE PILOTOS APÓS O GP DA BÉLGICA