MMA

Após a luta, vídeo mostra Daniel Cormier inconsolável no octógono

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Foto: Reprodução/Instagram Daniel Cormier

Depois da derrota para Jon Jones, no terceiro round, o ex-campeão ficou inconsolável e completamente desorientado andando pelo octógono. Daniel Cormier chorava muito e em alguns momentos agia com descontrole e agressividade com a equipe que tentava conter os ânimos do lutador.

O resultado da luta entre Jon Jones e Daniel Cormier, no último UFC 214, na noite de sábado (29), em Anaheim, na Califórnia, ainda estão repercutindo nas mídias. Está circulando o vídeo da câmera aberta, que mostrava o octógono da parte superior, com o momento após a derrota de Daniel Cormier, em que o lutador aparece desolado e desorientado ao ser levantado pela equipe.

LEIA MAIS
No Instagram, Cormier posta mensagem após derrota no UFC 214
Jones vence Cormier com um nocaute avassalador e é campeão meio-pesado do UFC

Análise: Daniel Cormier x Jon Jones: o que esperar desta luta?

Jon Jones nocauteou Cormier no início do terceiro round, após uma luta que vinha bem equilibrada entre os dois atletas. Para Jones e Cormier, a luta valia muito mais que o cinturão dos meio-pesados, a vitória havia se tornado uma meta, uma questão pessoal. No vídeo, Cormier aparece desorientado pela derrota e pelos golpes que havia tomado de seu adversário. Confira o vídeo e veja Cormier inconformado com o nocaute de seu maior adversário.

Aparecem na imagem os membros da Comissão Atlética do Estado da Califórnia, que tentam acalmar Cormier, o árbitro da luta John McCarthy, e o presidente do Ultimate, Dana White. Daniel não queria participar do anúncio da vitória de Jon Jones e deixou o árbitro e o adversário para trás, mas após a recomendação de Dana White, voltou para acompanhar o anúncio.

A derrota pesou bastante para Daniel Cormier, para no dia seguinte, ele veio a público em sua conta pessoal no Instagram agradecendo a todos os envolvidos no evento, parabenizando Jon Jones e equipe pela vitória, e pedindo desculpa pelo seu comportamento descontrolado com o árbitro John McCarth, um dos mais experientes do UFC. Com a cabeça no lugar, Cormier agora irá descansar e se preparar para o próximo desafio, que deve acontecer num tempo não muito distante.