Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Após sete partidas, Argel Fucks é demitido do comando do Goiás

O Goiás anunciou mudanças importantes para a sequência da temporada. Em crise na Série B e flertando com a zona do rebaixamento, o clube anunciou a demissão do técnico Argel Fucks e de sua comissão técnica. O comunicado ocorreu horas depois da renúncia do presidente Sérgio Rassi, que dará lugar a Marcelo Gonçalves Almeida, um dos seus vices.

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Eduardo Caspary/Torcedores.com

Argel permaneceu no comando do Esmeraldino pouco mais de um mês. Contratado no dia 19 de julho, o ex-treinador do Inter comandou sete jogos, com duas vitórias, dois empates e três derrotas. Os dois resultados positivos, aliás, vieram nos dois primeiros jogos: 1×0 sobre o Ceará fora de casa e 3×0 no CRB dentro do Serra Dourada.

LEIA MAIS:

Fantástico prepara pedido de desculpas ao Inter após brincadeira dos “cavalinhos”

Na web, torcedores do Inter agradecem Rafael Sóbis por eliminação do Grêmio

Repórter é vítima de tentativa de assalto no Beira-Rio e lamenta: “Acabou indo para o ar”

A situação começou a complicar justamente no reencontro do treinador com o Beira-Rio. Em sua terceira partida pelo Goiás, Argel viu o seu time levar 3×0 no Beira-Rio, e a partir daí não mais venceu na Série B. Foram outros dois empates e mais duas derrotas – a última na terça-feira, por 2×1, diante do Brasil, em Pelotas.

Com a recente sequência negativa, o Goiás despencou na tabela da Série B e é o 15° colocado. Entrará na zona do rebaixamento em caso de vitórias de Luverdense e Santa Cruz. O próprio Argel chegou a falar que o trabalho seria “pela permanência na B” após a última derrota.

Esta foi a segunda demissão de Argel Fucks na temporada. Após ajudar o Vitória da Bahia a se salvar da queda em 2016, ele foi mantido no cargo, mas não suportou a pressão depois de ser eliminado pelo maior rival na Copa do Nordeste.

Trabalho de Argel Fucks no Goiás:

  • Duas vitórias (Ceará e CRB)
  • Dois empates (Figueirense e América-MG)
  • Três derrotas (Inter, Oeste e Brasil de Pelotas)
  • Aproveitamento de 38% dos pontos disputados

 

As melhores notícias de esportes, direto para você