Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

ESPN desiste de transmitir a Copa do Mundo de 2018

A ESPN não transmitirá a Copa do Mundo de 2018, na Rússia. Quem afirma é o jornalista Eduardo Ohata, autor do “Blog do Ohata”, do “UOL”.

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores.com e contador de histórias do esporte.

Crédito: Reprodução ESPN

LEIA MAIS
ESPN ADQUIRE CAMPEONATO PORTUGUÊS POR 3 TEMPORADAS
ESPN PRODUZ DOCUMENTÁRIO SOBRE A SELEÇÃO BRASILEIRA DE 1982

Até o início dessa semana (iniciada no dia 01 de agosto), a ESPN com a Rede Globo (detentora dos direitos de transmissão) um acordo de sublicenciamento da competição. A própria emissora, porém, abdicou das negociações.

De acordo com Ohata, a ESPN percebeu que, para transmitir a Copa do Mundo, seria necessário tempo para fazer um plano comercial e colocá-lo para aprovação do mercado. A antecedência ideal seria de, aproximadamente, um ano antes do início do Mundial. O torneio, porém, começa dia 14 de junho – daqui pouco mais de dez meses.

A emissora, porém, tem outras prioridades para o futuro. Depois de renovar os direitos de transmissão da Premier League, o foco é voltar a transmitir a Champions League – competição perdida para o Esporte Interativo na temporada 2015/2016. Na tarde de ontem (01 de agosto), a ESPN anunciou que obteve os direitos de transmissão do Campeonato Português.

Outras emissoras

Quem segue buscando os direitos de transmissão da Copa do undo de 2018 é o Grupo Bandeirantes – que inclui a emissora de TV aberta e o BandSports, canal por assinatura. Porém, a empresa, histórica parceira da Globo, passa por dificuldades financeiras.

Por enquanto, a única emissora que conseguiu o sublicenciamento com a Rede Globo é o Fox Sports. O acordo, porém, é válido apenas para a TV – sem direito à imagens da internet.

Outras competições

O segundo semestre de 2017 promete ser agitado nos bastidores. No período, serão negociados os direitos de transmissão dos jogos da Seleção Brasileira e da Champions League, da Copa Libertadores e da Ligue 1.