Lutas

Mayweather justifica pedido por luva menor em luta com McGregor: “Mais sangue”

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Crédito da foto: Reprodução/Facebook oficial de Floyd Mayweather

Floyd Mayweather enviou uma solicitação à Comissão Atlética de Nevada para que ele e Conor McGregor sejam autorizados a usarem luvas de 8 onças na luta de boxe que acontece no dia 26 de agosto, em Las Vegas. Em entrevista ao Combate.com, o lutador americano explicou o motivo do pedido.

“Por qual motivo pedi luva de 8 onças? Porque é mais sangue. Se tem mais sangue é mais entretenimento”, justificou o pugilista.

LEIA MAIS:
MARK HUNT DETONA LUTA ENTRE JON JONES E BROCK LESNAR; “DOIS TRAPACEIROS”
AZARÃO? 5 MOTIVOS PARA ACREDITAR QUE MCGREGOR PODE VENCER MAYWEATHER

Nas regras do boxe, as lutas com lutadores que tenham um peso acima de 68,8 kg deve ser disputada com luvas de 10 onças. Porém, Maywweather decidiu pedir depois de McGregor, que no MMA luta com luva de 4 onças e afirmou que as luvas de 10 onças podem prejudicar o seu poder de nocaute.

“Isso quem vai decidir é a comissão. Nós fizemos essa solicitação, enviamos uma petição à comissão na terça-feira, e acredito que eles vão analisar esse pedido na próxima semana. Vamos apresentar o nosso caso e eles vão decidir. Obviamente o Floyd quer lutar com luvas de 8 onças porque as luvas de 10 onças são um pouco maior e as de 8 onças são melhores para se golpear. O ponto é que o Floyd quer nocautear o Conor”, explicou Leonard Ellerbe, empresário do atleta e CEO da Mayweather Promotions.

Depois do treino aberto promovido pelo “The Money Team” na cidade americana, ele conversou com a imprensa e voltou a afirmar que o duelo com o irlandês não durará 12 rounds.

“Não vai ser decidido pelos juízes. O Conor quer entrar lá para terminar a luta logo, eu quero entrar lá para acabar com a luta logo, então não vai durar 12 rounds. Ele é apenas mais um adversário. Eu não subestimo ninguém. Se estou preocupado? Claro que não. Se ele está preocupado? Talvez ele esteja, mas isso não é da minha conta, eu estou preocupado em fazer o meu melhor e em lutar no meu melhor”, afirmou.