Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Palmeiras já perdeu R$ 35 milhões em premiações em 2017

As eliminações do Palmeiras nas competições que disputou até aqui em 2017 pesaram não só em campo, mas também nos cofres do clube. Nesta quarta-feira (9) foi a vez do Barcelona-EQU acabar com as chances do Verdão conquistar o bicampeonato da Libertadores, depois da derrota do time de Cuca na disputa de pênaltis.

Redação Torcedores
Textos publicados pela Redação do Torcedores.com.Contato: redacao@torcedores.com

Crédito: Foto: Cesar Greco

Foi a terceira eliminação do time em 2017. Em abril, os comandados do ex-técnico Eduardo Baptista caíram para a Ponte Preta nas semifinais do Campeonato Paulista e, mais recentemente, o Palmeiras saiu da Copa do Brasil depois de empatar os dois jogos das quartas de final contra o Cruzeiro, mas perder para o gol qualificado.

Aniversário CLUBE EXTRA

Clique e veja as melhores promoções!

Somando todos as eliminações do time, o valor perdido em premiações em 2017 é alto. A eliminação para o Barcelona-EQU é a maior delas. Por não atingir o objetivo mínimo de atingir a decisão, o clube deixou de ganhar R$ 11,3 milhões. Caso fosse campeão, esse valor chegaria aos R$ 16 milhões.

Ao não passar para a final do Paulistão, a equipe alviverde deixou de ganhar R$ 5 milhões dados ao campeão do torneio, de acordo com a Federação Paulista de Futebol (FPF). O terceiro lugar rendeu ao Palmeiras R$ 1,1 milhão.

Na Copa do Brasil, a eliminação para o Cruzeiro custou R$ 15 milhões ao Palmeiras, de acordo com o Blog do Ohata. Se saísse classificado do duelo contra os mineiros, o Verdão receberia R$ 1,250 milhão. Na final ficaria com mais R$ 3 milhões caso fosse vice e R$ 6 milhões como campeão. Além disso, um bônus de cerca de R$ 8 milhões seria dado ao time pela patrocinadora Crefisa.

A Crefisa é outro agravante, já que no novo contrato assinado entre ela e o Palmeiras, o clube receberia bônus por cada título conquistado em 2017, o que na teoria aumenta muito o valor perdido pelo alviverde com as três eliminações na temporada.

É claro que além de todos os fatores citados entre premiações e patrocínio, o Verdão também deixa de faturar com a bilheteria no Allianz Parque. Na Copa do Brasil, o time tinha renda média de R$ 1,9 milhões por partida e ainda teria mais dois jogos para mandar no seu estádio; na Libertadores, esse número médio era de R$ 2,8 por partida, o que eleva o prejuízo para cerca de R$ 8,4 milhões; e o Paulistão, apesar de menor, também representa um prejuízo de pelo menos R$ 1,6 milhões pela bilheteria.

LEIA MAIS

Veja como Cuca escolheu os batedores do Palmeiras contra o Barcelona-EQU

As melhores notícias de esportes, direto para você