Presidente do Bahia explica demora para definir técnico efetivo

Na noite desta quarta-feira, o presidente Marcelo Sant’Ana comentou sobre a demora para a efetivação de Preto Casagrande ou a para a contratação de um novo treinador para o Bahia.

Victor de Freitas
Baiano, 25 anos, jornalista formado pela Universidade Jorge Amado (UniJorge). Apaixonado por esportes em geral, de preferência basquete, tênis e futebol. Contato: victorw10@outlook.com

Crédito: Foto: Divulgação/ECBahia

Em entrevista ao Programa do Esquadrão, o mandatário tricolor explicou que a demora para chegar a uma definição se dá por cautela da direção. A ideia é de testar dar tempo para Preto trabalhar e só após um período razoável, decidir o que será feito.

LEIA MAIS:
Pelé no Sport? Quase! Veja essa e outras curiosidades sobre o futebol nordestino
Conheça o Llanfairpwllgwyngyll F.C., o clube de futebol com o nome mais longo do mundo

“No desligamento de Jorginho, falei há cerca de 15 dias, que a gente teria um pouco mais de calma na escolha desse novo profissional, que seria uma decisão em que a gente não poderia errar, e que a gente confiava na comissão técnica permanente do Bahia. Preto é um deles auxiliares dessa comissão técnica. Ele assumiu como interino, tem tido o suporte dos auxiliares. Então a gente queria, por confiar nessa comissão técnica da casa, dar um pouco de tempo para essa comissão… Cerca de quatro a cinco rodadas, para que a gente pudesse tomar a decisão de uma forma mais segura sobre o que é o melhor para o Esporte Clube Bahia”, disse Sant’Ana.

“O prazo, internamente, era de quatro a cinco jogos, para observar o trabalho do Preto com essa comissão. (…) Na semana passada, foi a primeira que pudemos ver mesmo o trabalho do Preto com a comissão. Essa semana é a segunda. A gente precisava ver um pouco do trabalho dessa comissão. Por isso não contratamos ainda”, explicou.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Preto está no comando interino do Esquadrão desde a demissão de Jorginho, no dia 31 de julho. Desde então, já se passaram 17 dias e três jogos disputados com o treinador, tendo uma campanha de um triunfo, um empate e uma derrota.