Ninguém segura: Sem dificuldades, Corinthians bate Sport na Arena e segue líder isolado

O Corinthians segue imbatível no Campeonato Brasileiro. Neste sábado, em Itaquera, o líder disparado do certame derrotou o Sport por 3 a 1 e fechou o primeiro turno com 82,5% de aproveitamento e 47 pontos. Arana, Rodriguinho e Pedro Henrique fizeram os gols alvinegros. Thallyson descontou para os pernambucanos.

Vítor Machado
Colaborador do Torcedores

Crédito: FOTO: Marcos Ribolli

Milton Leite se empolga em gol do Corinthians: “Impressionante”

Corintianos ironizam pontuação recorde e “celebram” permanência na Série A

Corinthians 3 x 1 Sport: assista aos melhores momentos

O Timão abriu 11 pontos de vantagem para o Grêmio (47×36), atual segundo colocado, que joga neste domingo, em casa, contra o Atlético-MG. Já o Sport pode cair fora do G-6: os pernambucanos têm 28 e torcem para o Cruzeiro, com 26, não ganhar do Botafogo.

O Corinthians só volta a jogar pelo Brasileirão no dia 19, contra o Vitória, na Arena, pela 21ª rodada – o jogo de abertura do segundo turno foi adiado por causa da excursão internacional da Chapecoense. Pela 20ª rodada, no próximo domingo, o Sport recebe a Ponte Preta na Ilha do Retiro.

Jogando em seus domínios, o Corinthians começou a partida em cima do Sport. Rodriguinho foi o primeiro a assustar a meta de Magrão. Que minutos depois, não pôde evitar o belo chute de Guilherme Arana que foi no canto esquerdo do goleiro pernambucano. A resposta rubro negra veio dois minutos depois em um lance confuso. Após cobrança de escanteio, Cássio saiu mal do gol, Durval ganhou de Arana, e a bola cai na pequena área. Após bate-rebate, Cássio fez a defesa e ficou com a bola.

A vantagem fez o Corinthians começar a jogar no contra ataque, a medida que o Sport se lançava ao ataque. O Timão chegou até fazer o segundo quando Clayson cobrou escanteio, Balbuena desviou, e Romero, completamente impedido, mandou para as redes. O árbitro Wagner Reway anulou corretamente a jogada. O Sport buscou o ataque, mas não conseguiu incomodar o gol corintiano.

Principalmente jogando pelos lados, o Corinthians se mostrava superior, descia com perigo, mas pecava na hora de matar a jogada. Aos 29, Fagner avançou pela direita e rola rasteiro para o meio da área. Rodriguinho apareceu completamente livre, chutou de primeira e erra o alvo por muito. A bola passou à esquerda do gol de Magrão.

Quando tinha a bola no campo de ataque, o Sport não conseguia se infiltrar na defesa corintiana. As principais peças ofensivas do rubro negro não funcionaram na etapa inicial. O fim do primeiro tempo foi morno, com o Corinthians cadenciando o ritmo da partida.

A volta para a segunda começou intensa para o alvinegro. Com apenas 19 segundos, o Corinthians recuperou a bola e Rodriguinho recebeu em velocidade, avançou sem qualquer marcação e acertou um belíssimo chute de canhota. A bola foi no ângulo direito de Magrão, que nada pôde fazer. Golaço.

Vanderlei Luxemburgo tentou mudar o panorama do Sport na partida ao sacar Everton Felipe e Osvaldo, para entrar Juninho e Anselmo. O treinado rubro negro não teve nem tempo de ver como as suas mudanças poderiam surtir efeito. Aos 20, Clayson cobrou escanteio, Pedro Henrique subiu sozinho e cabeceou para baixo, perfeito, sem chances para Magrão.

A melhor chance do Sport até o momento da partida veio aos 25. André recebeu lançamento, driblou Pedro Henrique, mas chutou sem força. O mesmo André teve outra chance mais clara minutos depois, mas acabou parando em Cássio. A resposta do Corinthians veio a altura. Rodriguinho avançou sozinho, aplicou uma caneta em Durval, driblou Samuel Xavier e, em vez de fazer o passe, tentou o chute por cobertura. A bola passa por cima da meta de Magrão.

Depois do time perder um caminhão de gols, Thallyson resolveu arriscar de muito longe e acertou a bola no ângulo esquerdo de Cássio. Indefensável. O Leão ainda poderia ter feito o segundo, mas André acabou perdendo outro gol feito. Pior para o Sport que não conseguiu tirar a invencibilidade do Timão.

FICHA DO JOGO:

CORINTHIANS: Cássio, Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon (Camacho), Clayson (Pedrinho), Rodriguinho e Romero; Jô
Técnico: Fábio Carille

SPORT: Magrão; Samuel Xavier, Henríquez, Durval e Sander; Rithely, Patrick (Tallyson), Diego Souza, Everton Felipe (Juninho) e Osvaldo (Anselmo); André
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Local: Arena Corinthians, em São Paulo.
Árbitro: Wagner Reway (FIFA-MT)
Assistentes: Fábio Rodrigo Rubinho e Marcelo Grondo (ambos do MT)
Gols: Guilherme Arana (8’ do 1ºT), Rodriguinho (18’’ do 2ºT), Pedro Henrique (20’ do 2ºT) (C); Tallyson (37’ do 2ºT) (S)
Cartões amarelos: Romero (C); Henríquez, Samuel Xavier (S)
Público: 41.279
Renda: R$ 2.446.519,40