Filme que conta história da princesa do pôquer faz sucesso no Festival de Toronto

A atriz Jessica Chastain interpreta Molly Bloom na telinha

A história real de Molly Bloom, uma ex-atleta que se transformou na Princesa do Pôquer, virou filme. E um filme que parece ter agradado ao público que já teve o privilégio de assistir. Molly’s Game é um longa metragem baseado na adaptação do livro que conta a história de uma esquiadora que largou o esporte e ficou milionária ao organizar mesas de pôquer ilegal em sua casa, com a presença de vários astros de Hollywood.

A atriz Jessica Chastain interpreta Molly Bloom na telinha

“A adaptação é uma divertida jornada sobre sucesso e fracasso, sobre como é possível ter tudo e no instante seguinte ficar sem nada. Muito como o jogo que fez a fortuna e a desgraça de Molly Bloom, Sorkin (diretor do longa) constrói um filme sobre as possibilidades e combinações que determinam histórias de vida. Isso tudo sem precisar blefar”. Essa foi a avaliação da jornalista Natalia Bridi, do Omelete, sobre o filme.

TORNEIO EM SÃO PAULO VAI PAGAR MAIOR PREMIAÇÃO DA HISTÓRIA DO PÔQUER NO BRASIL

Molly Blom era uma esquiadora que ao se frustrar por não conseguir a vaga para disputar uma Olimpíada resolveu largar o esporte e foi trabalhar como garçonete. Em pouco tempo, Bloom ganhou o apelido de Princesa do Pôquer por organizar jogos high stakes cash games ou na tradução, jogos com altos valores e em dinheiro vivo. A princesa recebia em uma casa super luxosa astrps do cinema como Leonardo DiCaprio, Tobey Maguire e Ben Affleck.

O filme que tem estreia marcada nos EUA no dia 22 de novembro foi aprovado no Festival Internacional de Cinema de Toronto (TIFF). Molly’s Game conseguiu 91% de aprovação. O filme que tem no elenco Jessica Chastain, Idris Elba e Kevin Costner nos papeis principais é dirigido por Aaron Sorkin, mesmo roteirista que escreveu The Social Network, o longa metragem que conta a história do início do Facebook.

 

 Molly’s Game ainda não tem previsão de estrear aqui no Brasil.