Futebol

5 jogadores que já foram “amados” e “odiados” por torcedores do Vasco

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Foto: Apareceu bem na Portuguesa no fim dos anos 90. Depois de passagem pela Fiorentina, atuiu no Grêmio, São Paulo, Palmeiras e Corinthians, onde não brilhou. Até que chegou ao Vasco, em 2006, e recuperou a boa fase. Revezou entre Vasco e Fluminense, onde também atuou bem. Encerrou a carreira de forma apagada, no Flamengo.

Crédito: Reprodução/Facebook

O Vasco da Gama traz em sua história uma lista enorme de jogadores que brilharam com a sua camisa ao longo dos 119 anos de existência. Considerado um dos clubes mais tradicionais do futebol brasileiro, o Gigante da Colina ganhou praticamente todas as competições que disputou.

Os títulos são importantes para criar novos ídolos, mas para muitos torcedores vascaínos o fato de atuar bem com a camisa cruzmaltina também pode ser motivo suficiente para respeitar alguns atletas. No período mais recente de sua história foi assim, e alguns jogadores conseguiram viver momentos em que foram “amados” e “odiados” por parte da torcida. Confira:

LEIA MAIS:
A EMOÇÃO DE LEVAR MINHA FILHA PELA PRIMEIRA VEZ EM SÃO JANUÁRIO

  1. Leandro Amaral: Esquecido no futebol, Leandro Amaral chegou discreto a São Januário, mas rapidamente se transformou no principal jogador da equipe, contudo ficou queimado com uma transferência conturbada para o Fluminense;
  2. Alex Dias: Fez ótima dupla de ataque com Romário em 2005, mas deixou uma má impressão em parte da torcida ao sair do clube e defender o São Paulo;
  3. Morais: Formado nas categorias de base da Colina, deixou o clube brigado com muitos torcedores em 2008;
  4. Rafael: Goleiro desconhecido até ter boas atuações em 2008, trocou São Januário pelas Laranjeiras e foi duramente criticados por torcedores do Vasco; e
  5. Conca: Contratado em 2007, teve dificuldades no primeiro semestre, mas foi o cérebro da equipe que chegou a disputar a liderança do Campeonato Brasileiro com o São Paulo. Em 2008, foi defender o Fluminense e passou a ser malvisto por alguns vascaínos.

Crédito da Foto: Reprodução/Facebook