Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Opinião: a prática leva à perfeição, e o Flamengo tem sido imperfeito

Como o problema estrutural na preparação dos goleiros do Flamengo contribuiu para acabar com o ano de 2017 para o time.

Daniel Boechat
Aluno de Jornalismo da Universidade Federal de Uberlândia, natural de Manaus - AM e apaixonado por esportes em geral.

Crédito: Reprodução: Facebook Oficial Flamengo

O Cruzeiro venceu a Copa do Brasil 2017 nos pênaltis,evidenciando um problema estrutural do Flamengo: a preparação. O time Rubro-Negro tem um grande histórico de bons goleiros: Yustrich, Ubirajara, Zé Carlos, Raul Plassmann, Cantareli, Bruno e Júlio César. Na história do clube são 31 vitórias em disputas de pênaltis. A primeira, em um Fla-Flu, foi pelo Troféu João Havelange, em 1975. Em 2007 e 2009, as vitórias nas penalidades deram títulos cariocas sobre o Botafogo. A última vitória, no entanto, foi em 2014, contra o Coritiba, pela Copa do Brasil. Desde então, foi derrotado pelo Ceará, e perdeu para Fluminense e Paraná, além do Cruzeiro, evidentemente. O que aconteceu com o Flamengo, afinal?

Atualmente o problema do gol Rubro Negro tem envolvimento direto com o preparador de goleiros Victor Hugo. O preparador está no Flamengo desde 2015 e foi alvo de críticas quando trabalhava para o Fluminense e para o Botafogo. Alex Muralha e Gatito Fernández foram grandes goleiros quando atuavam pelo figueirense. Gatito vive ótima fase pelo Botafogo, já pegou 8 dos 13 pênaltis, fazendo defesas difíceis e levando o time até as quartas de final da Copa Libertadores. Muralha fez um 2016 bom pelo Flamengo, mas caiu e muito de produção no decorrer de 2017. O goleiro Thiago, que falhou no primeiro jogo da final da Copa do Brasil, deu o tri campeonato da Copa São Paulo de Futebol Júnior para o time carioca após defender dois pênaltis na final.

A preparação divulgada

O ex-vice-presidente de Marketing do Flamengo, Luiz Eduardo Baptista (ou Bap), se pronunciou sobre Victor Hugo. Após empate com o Cruzeiro no primeiro jogo da Final da Copa do Brasil, Bap foi questionado se o clube não se envergonhava com o trabalho de preparação de goleiros, e disse:

Vergonha isso. Todo mundo dentro do clube sabe e fala disso. Victor Hugo é péssimo, não deu certo em lugar nenhum.

Em junho deste ano, a torcida do Flamengo se mobilizou na rede social Twitter – local de reunião majoritária da torcida – e criou a tag #ForaVictorHugo, chegando a alcançar os trending topics (tópico/hashtag em tendência). Imagens das preparações de goleiro do Flamengo foram divulgadas, gravadas por torcedores no estádio e comparadas com a preparação de outros goleiros de outros clubes em 2017.

https://www.youtube.com/watch?v=YOO9y4ZUHq8

https://www.youtube.com/watch?v=trV6YcYxmYI

Obviamente o problema do Flamengo com relação aos títulos não depende unicamente da preparação dos goleiros, mas tem relação direta com isso, considerando as três decisões por pênalti perdidas no ano. Falhas que custaram pontos no Campeonato Brasileiro. Gols que poderiam ter sido evitados nas competições adjacentes. Além do resultado óbvio que as falhas dos goleiros acarretam, a alta frequência disso também influencia negativamente no time em relação a confiança, ânimo e preparação para jogos importantes.

LEIA MAIS:
RUEDA FALA COM DIRETORIA E SE IRRITA COM FOCO EM MURALHA POR DERROTA NA COPA DO BRASIL
EM 2014, VANDERLEI PULOU PARA O MESMO LADO EM OITO PÊNALTIS CONTRA O FLA
OPINIÃO: GOLEIRO FÁBIO, HÁ 14 ANOS UMA VERDADEIRA MURALHA DO CRUZEIRO