Futebol

Argentina tropeça na Venezuela e fica ameaçada nas Eliminatórias

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Foto: Reprodução/Twitter FIFA World Cup

A Argentina vai ter que suar a camisa nas duas rodadas finais se quiser uma vaga na próxima Copa do Mundo. Isso porque, nesta terça-feira (05), em resultado inesperado, a bicampeã mundial ficou no empate por 1×1 com a Venezuela, em pleno estádio Monumental de Nuñez

Com o resultado, os argentinos vão aos 24 pontos e ficam, provisoriamente, na quinta colocação, que hoje estaria indo para a repescagem, mas extremamente ameaçada na disputa por uma vaga do Mundial. Os venezuelanos, já sem chances, permanecem na lanterna com oito.

Pressão “hermana”

Era de se esperar. Jogando dentro de casa, perante um estádio completamente lotado, os argentinos tomaram a iniciativa das jogadas ofensivas durante todos os primeiros quarenta e cinco minutos. No entanto, não souberam aproveitar as chances, muito por conta de um cara: Wuilker Faríñez.

O jovem goleiro venezuelano de 19 anos brilhou ao parar o ataque Albiceleste. Lionel Messi, Mauro Icardi e Dybala tiveram oportunidades de balançar as redes, porém falharam devido à atuação do arqueiro, o qual segurou o bombardeio e a pressão da Argentina.

Para piorar a situação dos donos da casa, a equipe comandada por Jorge Sampaoli teve importante baixa ainda no primeiro tempo. Aos 24 minutos, Di Maria sentiu lesão no músculo posterior da coxa esquerda, não conseguiu continuar em campo e foi substituído por Acuña.

Susto e vacilo

Na etapa complementar,  a Venezuela mostrou o cartão de visitas e surpreendeu a todos no Monumental de Nuñez. Em contra-ataque fulminante, Córdova descolou belo passe para Jhon Murillo, que aproveitou a defesa escancarada e bateu na saída de Romero, abrindo o placar aos visitantes.

Só que não deu muito tempo para a Argentina se abalar. Instantes depois, Acuña fez linda jogada pelo lado esquerdo, deixou os marcadores na saudade e cruzou para Mauro Icardi apenas completar para o fundo das redes, empatando a partida novamente e reanimando o Monumental de Nuñez.

Por mais que tivesse maior posse de bola e controlasse as ações da partida, os argentinos não conseguiam levar perigo à meta defendida por Faríñez como aconteceu no primeiro tempo. Para piorar, os venezuelanos se arriscavam em contra-ataques nos quais a defesa mandante estava exposta.

Os minutos passavam e os donos da casa sentiam a irritação da torcida. As jogadas simplesmente não aconteciam e o setor ofensivo parecia inoperante. A última oportunidade do jogo foi com Pastore, que recebeu em profundidade, mas viu Faríñez sair muito bem, assegurando o empate por 1×1.

Próximos jogos

As Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo voltam a acontecer apenas em 5 de outubro, quando a Argentina recebe o Peru e a Venezuela também joga em casa diante do Uruguai, pela penúltima rodada. No último duelo, os argentinos visitam o Equador, enquanto os venezuelanos vão até o Paraguai, com ambas as partidas no dia 10.

LEIA MAIS:
ARGENTINA X VENEZUELA: VEJA OS GOLS DA PARTIDA
BRASIL PERDE 100% DE APROVEITAMENTO COM TITE E EMPATA COM A COLÔMBIA
EQUADOR X PERU: ASSISTA AOS GOLS DO JOGO