DESTAQUE

‘Baixinho’ e acrobata: sul-coreano surpreende, desbanca concorrência e vira titular na NFL

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Younghoe Koo defenderá o Los Angeles Chargers nesta temporada da liga norte-americana

A poucos dias do início da temporada, os times da NFL precisaram realizar os últimos cortes nos elencos para fecharem o número de 53 jogadores que ficam para o campeonato. O momento pode ser desagradável para os muitos jogadores dispensados, mas também pode apresentar surpresas e nomes que dificilmente eram cotados para estar em uma equipe. É o caso de Younghoe Koo. O kicker sul-coreano de apenas 1,75m venceu a competição com Josh Lambo e será titular do Los Angeles Chargers.

Considerado “zebra” e contratado sem ser draftado, o jovem tem uma história de vida cheia de mudanças e superações. Nascido na Coreia do Sul, Koo passou boa parte da infância praticando futebol em Seul. O contato com a cultura dos Estados Unidos e com a bola oval veio apenas na sexta série. No fim da infância, o garoto foi morar em Nova Jersey com a mãe, que havia se mudado dois anos antes após conseguir um emprego de enfermeira. Enquanto isso, o pai permaneceu no país natal devido ao trabalho como professor universitário.

A chegada aos EUA não foi fácil. Sem falar inglês, Koo passou as primeiras semanas isolado na nova escola. Sem amigos e com problemas de adaptação a uma cultura completamente diferente, o garoto passou por momentos de solidão.

“Definitivamente foi solitário no início e não sabia o que fazer para mudar isso. Eu não sabia para quem ligar para chamar para sair ou como me aproximar”, afirmou Koo em entrevista ao site Northjersey.com.

Foi no esporte que ele encontrou uma forma de “enturmar”. Aconselhado pelo pai, o jovem passou a adaptar a força do chute para o futebol americano. Foi então que ele se destacou e virou um dos melhores kickers que passaram pela Ridgewood High School. Durante os quatro anos que ficou na escola, foram 15 field goals – segundo melhor da história do colégio -, 47 de 50 kickoffs entrando na end zone e sem dar chances para retornos dos adversários. A última temporada na Ridgewood foi um sucesso seis de oito field goals e todos os 32 extra points que tentou. O desempenho o levou para a Gerorgia Southern.

Na universidade, Koo também teve uma passagem para ser lembrada. Em seu último ano, ele acertou 28 de 29 extra points e acertou 19 de 20 field goals (único erro foi um de 54 jardas). O desempenho fez com que o jogador concorresse ao prêmio Lou Groza, entregue ao melhor kicker do país. Mas o talento não foi o que mais chamou atenção em sua passagem pelo futebol universitário. Atlético, o sul-coreano viralizou ao postar um vídeo no YouTube chutando um field goal e dando um salto mortal logo na sequência.

O jovem não foi escolhido por nenhum time no draft desta temporada, mas conseguiu um contrato com o Los Angeles Charges. Com a oportunidade de mostrar o seu talento, ele não decepcionou. Mesmo com a concorrência de Josh Lambo, Koo não se intimidou e conseguiu desbancar o antigo kicker, virando o titular da equipe.

Assim, o atleta será apenas o quarto sul-coreano a atuar na NFL. John Lee, que defendeu o St.Louis Cardinals em 1986, Hines Ward (mãe coreana), lenda do Pittsburgh Steelers. E Kyle Love, do Carolina Panthers, são os demais.

Koo começa sua caminhada profissional na próxima segunda-feira, quando os Chargers visitam o Denver Broncos.