Brasileirão: Vitória perde para o São Paulo e cai para a vice-lanterna

Na tarde deste domingo, o Vitória voltou a decepcionar dentro de casa. No Barradão, o Leão recebeu a visita do São Paulo e perdeu por 2 a 1 pela 24ª rodada do Brasileirão.

Com a derrota sofrida, o Leão perde uma posição e ocupa a 19ª colocação da classificação. O próximo adversário será o Atlético Mineiro, fora de casa, no próximo final de semana.

O JOGO

Precisando urgentemente da vitória para sair do Z-4 do Brasileirão e manter um rival direto contra o rebaixamento na penúltima posição, o Leão entrou em campo com uma escalação ofensiva. Porém, na primeira etapa, o domínio da posse de bola e das ações ofensivas foi do time tricolor.

Com 62% da posse de bola nos 45 minutos iniciais, o São Paulo acertou seis chutes, enquanto o Vitória chutou três vezes. As melhores oportunidade do adversário aconteceram aos 36 e 38 minutos, em cabeçada após escanteio e em chute de fora da área de Hernanes.

Pelo lado do Vitória, a grande finalização da primeira etapa aconteceu em lance de bola parada. Em falta longe da área, a bola foi rolada para Uillian Correia, que chutou forte e viu a bola explodir na trave.

Já no segundo tempo, o placar não demorou para ser mexido, mas para o lado adversário. Aos sete minutos, após bola alçada na área em escanteio o lateral Eder Militão ganhou no alto e cabeceou para o fundo das redes.

Após levar o gol, o Vitória se viu ainda mais obrigado a se lançar ao ataque em busca do gol de empate. Porém, esbarrava na solidez defensiva são-paulina e na falta de criatividade de seus jogadores de ataque. O quarteto ofensivo formado por Yago, Neílton, Kieza e Trellez pouco conseguia incomodar a defesa adversária.

Porém, quem conseguiu balançar as redes mais uma vez foi o São Paulo, que definiu o jogo com gol marcado aos 36 minutos. Após bola levantada na área em escanteio, Fillipe Soutto marcou contra e ampliou a vantagem paulista.

Nos acréscimos da partida, Trellez chegou a encontrar um gol de honra para o Vitória, mas que não foi suficiente para evitar mais um revés dentro de casa.



Baiano, 22 anos, jornalista em formação pela Universidade Jorge Amado (UniJorge). Apaixonado por esportes em geral, de preferência basquete, tênis e futebol, este último com maior fervor. Contato: victorw10@outlook.com