Tênis

Bruno Soares sofre dupla derrota nesta 3ª e Brasil dá adeus ao US Open

Publicado às

Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.

Crédito: USTA/Divulgação

O Brasil se despediu oficialmente da chave profissional do US Open nesta 3ª feira. Último representante vivo do país, Bruno Soares não teve um dia feliz em Nova York e caiu nas quartas de final tanto de duplas (junto com o britânico Jamie Murray) quanto nas duplas mistas, ao lado da húngara Timea Babos.

Atual campeão em duplas, Soares e Jamie Murray foram derrotados pela parceria do romeno Horia Tecau e o holandês Jean-Julien Rojer por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/2. Cabeças de chave 4, Soares e Murray não tinham perdido um set sequer na competição. Eles buscavam a 10ª vitória consecutiva em Flushing Meadows.

Curiosamente Tecau voltou horas depois à mesma quadra Grandstand junto da americana CoCo Vandeweghe e a dupla derrotou Bruno e Babos por 2 sets a 1, com 4/6, 6/1 e 10-8.

Se nas duplas Bruno Soares lutava pelo bicampeonato, nas duplas mistas ele foi campeão duas vezes – em 2012 com a russa Ekaterina Makarova, e em 2014 com a indiana Sania Mirza.

LEIA TAMBÉM:
Nadal e Federer passeiam, avançam às quartas e ficam perto de “tira-teima” no US Open

Del Potro supera febre, salva match points e vira sobre Thiem jogo épico no US Open