Futebol

Campeão mundial, Kempes critica atual geração da Argentina: ‘Grupo de amigos’

Publicado às

Baiano, 22 anos, jornalista em formação pela Universidade Jorge Amado (UniJorge). Apaixonado por esportes em geral, de preferência basquete, tênis e futebol, este último com maior fervor. Contato: victorw10@outlook.com

Crédito: Foto: Getty Images

A situação da Argentina nas Eliminatórias Sul-americanas para a Copa do Mundo não é confortável. Diferentemente de outras épocas, os “Hermanos” têm sofrido para garantir a classificação para o Mundial, enquanto o Brasil já está lá há vários meses.

Atualmente em quinto lugar nas Eliminatórias, a Argentina está 13 pontos atrás do Brasil, já classificado para a Copa e com a primeira posição garantida.

Antigo ídolo do futebol argentino, o ex-atacante Mario Kempes comentou sobre a atual geração da Argentina e fez críticas duras ao elenco. O campeão mundial de 1978 afirmou que a seleção se transformou em um “grupo de amigos”.

“Os jogadores estão há tanto tempo que faz com que essa seleção seja um grupo de amigos e não a equipe nacional. É um grande grupo de amigos, e isso não é bom. Assim não se consegue nada”, comentou o craque argentino, ao jornal Folha.

Para o artilheiro do Mundial de 1978, é preciso uma grande renovação no elenco da seleção argentina e não apenas a troca de treinador.
“É preciso sangue novo e novos jogadores, não importando que seja o melhor. Espero que Sampaoli acerte isso e mostre que para estar na seleção é preciso mostrar sempre”, acrescentou.

Com 23 pontos conquistados, a Argentina entra em campo contra a Venezuela, nesta terça-feira (05). O quarto colocado e primeiro time dentro do G-4 que vai para a Copa é o Chile, com a mesma pontuação, porém com saldo de gols superior.

LEIA MAIS:
Pelé no Sport? Quase! Veja essa e outras curiosidades sobre o futebol nordestino