Boxe

Canelo e Golokvin empatam em luta emocionante

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Canelo Álvarez e Gennady Golokvin empatam nos Estados Unidos (Foto: Divulgação/Golden Boy Promotions)

Crédito: Canelo Álvarez e Gennady Golokvin empatam nos Estados Unidos (Foto: Divulgação/Golden Boy Promotions)

Uma luta de tirar o fôlego. Após uma grande batalha de 12 rounds na T-Mobile Arena, em Las vegas, o mexicano Saúl ‘Canelo’ Álvarez e o cazaque Gennady ‘GGG’ Golokvin empataram na decisão dos árbitros (118-110 Canelo, 114-114, 115-113 Golokvin). A luta valia a unificação dos cinturões Associação Mundial de Boxe (WBA), do Conselho Mundial de Boxe (WBC), da Federação Internacional de Boxe (IFB), do The Ring e o título linear dos médios. Os dois terminaram a luta já prometendo um segundo confronto entre ambos.

 

A luta começou estudada. Golovkin tomava mais a iniciativa do combate, mas Canelo trabalhava bem as esquivas e acertava bons golpes de contra-ataque. No segundo round, o mexicano começou a andar mais para a frente e complicar o jogo do cazaque, seguindo bem nas esquivas e acertando bastante a linha de cintura de GGG. A situação se manteve no round seguinte. A partir do quarto round, Canelo usou a estratégia de ir para as cordas para atrair Golokvin e trabalhar nos contragolpes. Mas no quinto e no sexto assaltos, o cazaque começou a acertar mais o mexicano, preocupando o corner do pugilista, que passou a pedir que ele não andasse mais para trás.

Nos dois rounds seguintes, Saúl começou a dar mostrar de cansaço, mas começou a se movimentar mais pelo ringue, com GGG andando para a frente o tempo inteiro. No nono assalto, o combate ficou bem franco, com os dois lutadores se golpeando bastante, levantando o público em Las Vegas. O round seguinte começou da mesma forma, com trocação franca. O mexicano acertou um cruzado de esquerda que chegou a desequilibrar o cazaque. Mas na parte final, os dois começaram a amarrar a luta, parando muito o duelo com os clinches. Os últimos rounds foram de pura trocação e muito equilíbrio, terminando em empate na decisão dos árbitros.

LEIA TAMBÉM
ESQUIVA FALCÃO QUER REVANCHE DE FINAL OLÍMPICA E LUTA PELO CINTURÃO EM 2018
VÍDEO: LUTADOR LEVA SOCO DE FILHO DO ADVERSÁRIO DURANTE PESAGEM