Futebol

Copa do Mundo de 2018 começa a ganhar forma

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Como sempre, as duas rodadas das Eliminatórias organizadas pela FIFA foram emocionantes e movimentaram quase todo o planeta, pois tivemos jogos por todas as confederações. Em campo, Arábia Saudita, Bélgica, Coréia do Sul, Japão e México se juntaram a Brasil, Irã e Rússia na lista de esquadrões aptos a participar da maior festa de futebol do planeta. Confira o balanço da situação em cada região.

 

Alemanha (ainda) não. Bélgica é a única classificada da UEFA

Segundo as casas de apostas esportivas, o título belga rende R$ 16,00 / um. É bom ficar de olho nos Diabos Vermelhos, que foram os únicos a precisarem de apenas oito partidas para entrarem na fila para conhecer o Mausoléu de Lênin. Eles têm oito pontos de margem para a Bósnia & Herzegovina, que neste momento participaria da segunda etapa. Se a taça for para a Terra de Tintim, paga-se R$ 16,25 / um.

O grupo A continua indefinido com França, Suécia, Holanda e Bulgária na briga.

A Chave B é uma contenda particular entre Suíça e Portugal.

No terceiro hexagonal, a Alemanha mantém os cem por cento de aproveitamento, mas a Irlanda do Norte mantém a perseguição.

A Sérvia está bem próxima de dar um mergulho no Mar Negro. País de Gales e Irlanda ficaram para trás.

Polônia, Montenegro e Dinamarca deixaram para definir a chave E na última data FIFA.

O English Team virou para cima da Eslováquia (R$ 1,37 / um) e praticamente assegurou sua presença em terras russas. Escócia e Eslovênia querem roubar o segundo lugar dos eslovacos.

A Espanha deu um chocolate na Itália (R$ 1,74 / um) e abriu boa vantagem na frente da chave G. A Albânia tem apenas esperanças matemáticas.

Croácia e Islândia estão empatadas na ponta do nono hexagonal. Turquia e Ucrânia aparecem em seus retrovisores.

É bom lembrar que apenas os vencedores de grupo vão à Copa. Dos nove segundos colocados, apenas oito jogam o mata-mata pelas quatro vagas restantes.

 

Argentina, Chile, Colômbia e Equador se complicaram

Os resultados dos dois últimos compromissos foram bons para Paraguai, Peru e Uruguai. Sete países brigam pelas quatro vagas automáticas no Mundial. Um quinto luta para ter o direito de confrontar a Nova Zelândia na Repescagem.

Uma das decepções foi a Argentina, que depois de empatar o clássico contra o Uruguai em Montevidéu, somou apenas um ponto contra a já eliminada Venezuela em Buenos Aires. Este 1 a 1 pagou a conta de luz de muita gente, pois rendeu R$ 11,00 / um. O título da albiceleste vale apenas R$ 10,25. É a força da mística de Maradona ainda presente.

Em outro clássico, os Charrúas calaram o Defensores del Chaco por 2 a 1 (R$ 2,62 / um). O terceiro título mundial dos uruguaios está cotado a R$ 36,00 / um.

Quem não marcou nenhum ponto nesta jornada dupla foram Chile e Equador. Os bicampeões da Copa América perderam para o Paraguai (excelentes R$ 10,95 / um) e para a Bolívia (R$ 4,43 / um), enquanto que os do chapéu Panamá sofreram revezes diante de Brasil (R$ 1,20 / um) e Peru (R$ 6,00 / um).

Falando em Brasil, a delegação de Tite confirmou o primeiro lugar do decagonal. A Verde e Amarela é a terceira mais valorizada na Rússia com R$ 7,25 / um.

 

México dentro. Costa Rica quase

O México somou quatro pontos nesta data FIFA e se tornou a primeira seleção da CONCACAF a garantir presença na Rússia. Quem ficou muito próxima da classificação foi Costa Rica, que ontem empatou com a Tri em 1 a 1 (R$ 2,86 / um).

A briga pela terceira vaga e pela presença na Repescagem está entre Estados Unidos, Honduras e Panamá. Os norte-americanos fazem um papel ridículo e ontem escaparam por milagre de uma derrota em San Pedro Sula, diante dos hondurenhos. O 1 a 1 rendeu R$ 3,16 / um. Trinidad & Tobago estão eliminados.

 

Nigéria eliminou Camarões

A África realizou sua terceira e quarta rodadas dos quadrangulares decisivos. Apenas o primeiro colocado de cada chave terá direito a visitar o Hérmitage, em São Petersburgo. Neste momento, eles seriam Burquina Faso, Costa do Marfim, Egito, Nigéria e Tunísia. Ainda podem chegar lá República Democrática do Congo, Zâmbia, Marrocos, Gabão, Mali, Cabo Verde, Senegal, África do Sul, Uganda e Gana. Todos os demais concorrentes fracassaram.

Os simpáticos Leões Indomáveis camaroneses foram domados pelas Super Águias Nigerianas e já pensam em 2022. Outra equipe tradicional eliminada é a Argélia.

 

Arábia Saudita, Coreia do Sul e Japão comemoram

Após 224 embates realizados envolvendo 46 seleções em três etapas, a Confederação Asiática de Futebol viu Arábia Saudita, Coreia do Sul e Japão se juntarem ao Irã na fase final da competição. Foi tudo bem dividido, dois representantes do Oriente Médio e dois do Extremo Oriente.

O título japonês está cotado a R$ 184,33 / um. Será a sexta participação seguida dos nipônicos.

Os coreanos pagam R$ 267,67 / um se ficarem com a taça. É o décimo Mundial, o nono seguido, dos de Seul.

O time dos Aiatolás se fará presente pela quinta vez. Sua improvável volta olímpica gera um lucro de R$ 301 / um ao apostador. Pela primeira vez os iranianos irão a duas fases finais consecutivas.

Segundo o Oddsshark.com, a Arábia Saudita, que volta a uma Copa do Mundo pela primeira vez desde 2006, recompensa quem acreditar nela em R$ 917,67 / um.

Austrália e Síria ainda estão vivas e brigam por uma vaga na Repescagem em mata-mata de ida e volta.

 

Nova Zelândia na Repescagem

Como já se esperava, não deu para Fiji, Ilhas Salomão, Nova Caledônia, Papua Nova Guiné, Samoa, Taiti e Vanuatu e a Nova Zelândia será a representante da Oceania na Repescagem, contra o quinto colocado da América do Sul.

Na final regional disputada nos últimos dias, os Kiwis arrasaram as Ilhas Salomão por 6 a 1 em casa (R$ 1,12 / um), antes de segurarem o 2 a 2 (R$ 6,92 / um), em Honiara.

Apesar do sucesso local, o título neozelandês continua quase que uma carta fora do baralho. Vale R$ 1.501 / um, segundo o Oddsshark.com.

 

Veja outros odds no Torcedores.

 

Os favoritos ao título:

1º Alemanha – R$ 6,38 / um

2º França – R$ 6,50 / um

3º Brasil – R$ 7,25 / um

4º Espanha – R$ 8,88 / um

5º Argentina – R$ 10,25 / um

6º Bélgica – R$ 16,25 / um

7º Itália – R$ 18,25 / um

8º Inglaterra – R$ 21,00 / um

9º Portugal – R$ 24,75 / um

10º Colômbia – R$ 30,00 / um