Esportes Olímpicos

Copa dos Campeões: Brasil é derrotado pela China no tie-break

Publicado às

Jornalista formado pela FIAM-FAAM. Setorista do Internacional e do Fluminense no Torcedores.com. Também escreve sobre o Palmeiras no site. Contato: mohamed.nassif12@hotmail.com

Copa dos Campeões

Crédito: Créditos: Divulgação/FIVB

Na segunda partida pela Copa dos Campeões, o Brasil perdeu para a China. A seleção havia vencido a Rússia na estreia e perdeu a invencibilidade no torneio com a derrota para as chinesas.

A equipe de Zé Roberto Guimarães deu trabalho às chinesas. O jogo foi até o quinto set, o tie-break, fazendo com que a derrota fosse por 3 sets a 2. As parciais foram de 25/20, 25/12, 20/25, 23/25 e 19/17.

Sempre forte, a China mostrou que buscaria a vitória desde o começo do jogo. Largou na frente das brasileiras e abriu uma vantagem de quatro pontos nos primeiros minutos de jogo. Aos poucos, o Brasil diminuía a desvantagem, mas a China voltou a pontuar seguidamente e conseguiu fechar o set inicial em 25 a 20.

No segundo set, a China massacrou o Brasil em um dos piores sets do ano da seleção. A equipe não conseguia parar o forte ataque chinês e pouco produzia ofensivamente. O resultado foi um 25 a 12 para as asiáticas.

O Brasil não podia perder mais nenhum set e ainda restavam outros três. O primeiro destes sets teve vitória brasileira. Tandara chamou a responsabilidade e a seleção cresceu no jogo. Começou melhor e se manteve até o final, quando fechou o set em 25 a 20.

A vitória no terceiro set animou o Brasil, que seguiu forte no quarto set. O jogo era equilibrado, mas com o Brasil embalado. O bloqueio brasileiro funcionou bem e foi determinante para que a equipe vencesse por 25 a 23 e levasse o jogo para o tie-break.

A seleção estava embalada após empatar um jogo que estava perdendo por 2 a 0. Mas a China foi melhor no tie-break, que também equilibrado como o quarto set. Venceu por 19 a 17 e fechou a partida em 3 a 2.

LEIA MAIS: Usain Bolt acredita que seus recordes vão durar mais 15 a 20 anos