Lutas

Demian Maia quase perdeu chance de lutar por cinturão do UFC. Entenda!

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução/Facebook Oficial do UFC

Demian Maia foi derrotado por Tyron Woodley no UFC 214, em que tentou conquistar o título dos meio-médios do Ultimate. No entanto, o brasileiro quase perdeu a chance de lutar pelo cinturão para um compatriota, Rafael dos Anjos.

A revelação foi feita por um dos matchmakers do UFC, Sean Shelby. Em um video feito para promover o UFC 215, onde dos Anjos enfrentará Neil Magny, o profissional que casa as lutas da organização declarou que, caso Demian não pudesse lutar, dos Anjos seria o rival escolhido para enfrentar Woodley.

“Tivemos uma questão interessante na luta entre Tyron Woodley e Demian Maia. O Dana White queria que o Woodley lutasse no card, mas o Demian não sabia se poderia participar. Quem estava na lista de espera era o Rafael dos Anjos. E ele já tinha aceitado que, se o Demian não lutasse, ele enfrentaria o Woodley. E o Rafael quer lutar toda semana”, declarou Shelby.

Maia aceitou lutar contra Woodley com pouco tempo de preparação (vinha de vitória sobre Jorge Masvidal em maio) por medo de que não tivesse mais chances de lutar por título. Com isso, o ex-campeão dos leves do Ultimate foi ‘compensado’ ao ganhar a luta contra Magny no UFC 215.

“Eu disse ao Rafael que a luta pelo cinturão dos meio-médios não aconteceu. Mas que iria colocar ele em uma luta interessante quanto desse. Depois, o Magny me mandou mensagem dizendo que estava pronto para lutar. Conversei com o Rafael e acertamos a luta. Será um bom combate”, disse.

LEIA MAIS

DEMETRIOUS SE COLOCA A CIMA DE ANDERSON E GSP E AFIRMA: “SOU O MELHOR DA HISTORIA”

DE FAMÍLIA CRUZEIRENSE, LUTADOR DO UFC USARÁ MARCA DO ATLÉTICO-MG

BRASILEIRO EX-UFC LEVA GOLPE ILEGAL, ABANDONA LUTA E TORCEDORES SE REVOLTAM; ASSISTA!

(Crédito da foto: Reprodução/Facebook Oficial do UFC)