Futebol

Dirigente do Fluminense explica detalhes sobre plano de carreira dos atletas de Xerém

Publicado às

Radialista, Jornalista com passagens como correspondente pelo site italiano CalcioNews24.com e pelo Arena Rubro-Negra. Atualmente setorista do Fluminense e Futebol Sul-Americano no Torcedores.com

Fluminense

Crédito: Foto: Divulgação/ Flickr Oficial do Fluminense

Durante entrevista ao site do “UOL Esporte“, Marcelo Veiga explicou detalhes sobre o plano de carreira dos atletas de Xerém e revelou como é a cobrança do clube com a garotada tricolor. Na visão do coordenador da base, o mais importante é ajudar os jogadores da melhor maneira.

“Priorizar a formação não quer dizer que vamos abandonar as chances de buscar títulos na base. Mesmo com um time mais novo do que os outros, estamos na disputa do principal torneio de base do Brasil. Cobramos muito dos meninos, queremos colocar neles o DNA de Xerém, a alma do Fluminense e isso também passa por títulos e grandes vitórias, mas nunca sem esquecer que o mais importante é desenvolver o jogador da melhor maneira possível”, diz.

No plantel do Fluminense, o técnico Abel Braga conta com 11 atletas no elenco principal, que passaram pela categoria de base do clube. O dirigente tricolor quer ver mais jogadores de Xerém no grupo profissional, mas ressaltou que a principal meta será a formação da garotada.

“É claro que ganhar é muito bom, é importante e está no DNA do Fluminense, mas o nosso principal objetivo, em Xerém, é revelar os jogadores para o primeiro time. Nosso título é ver o Wendel, o Scarpa, o Wellington Silva, o Douglaso Calazans e tantos outros ajudando o Fluminense na briga pela vaga na Libertadores do ano que vem. Queremos vencer e ser campeões? Sempre, somos o Fluminense, mas o principal é a formação”, completou.

LEIA MAIS:
MERCADO DA BOLA: FLUMINENSE FECHA COM MEIA SÉRVIO PARA ATUAR NO SUB-20
CONFIRA A PROVÁVEL ESCALAÇÃO DO NÁUTICO PARA O JOGO DIANTE DO BRASIL DE PELOTAS
EM FASE FINAL DE RECUPERAÇÃO, DOUGLAS PODE VOLTAR A SER RELACIONADO PELO FLUMINENSE