F1: Ricciardo acredita que McLaren será mais rápida com outro motor

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Crédito da foto: Reprodução/ Facebook oficial Daniel Ricciardo

Realizando uma ótima temporada na F1 2017, Daniel Ricciardo comentou sobre o momento da McLaren na competição, e além de elogiar Fernando Alonso e até mesmo afirmar que gostaria de ser companheiro de equipe do espanhol, acredita que a equipe de Woking voltará a andar na frente se tiver outro motor.

Enquanto Max Verstappen vive um inferno astral na temporada 2017 da F1, o companheiro de equipe do jovem holandês, Daniel Ricciardo, vive uma ótima fase: o australiano é quarto colocado do mundial, a frente de Kimi Raikkonen por exemplo, o que é um grande resultado, levando em conta que Mercedes e Ferrari possuem um carro mais rápido do que a equipe rubro taurina.

E quando questionado sobre o momento atual da McLaren, Ricciardo não titubeou: segundo o australiano, a equipe de Woking voltará a andar na frente quando trocar de motor, e também elogiou Fernando Alonso:

“Infelizmente a Honda não foi capaz de fazer o carro andar rápido com motores. Então, acho que se a McLaren colocar o motor Renault ou qualquer outro, serão automaticamente mais rápidos, porque o carro parece muito bom, e pode ser mais forte na próxima temporada”, afirmou Ricciardo em entrevista ao jornal espanhol Marca.

“Eu realmente gosto de Fernando, eu o respeito muito como um piloto. Gostaria de vê-lo sofrer menos na pista, vê-lo em um carro superior. Seria ótimo tê-lo como um companheiro, um dia, ele ou Lewis Hamilton. Eu gostaria”.

Com contrato com a Red Bull até o final de 2018, e com o nome especulado na Ferrari para a temporada 2019, Ricciardo garante que no momento, seu foco é neste ano e no próximo: “Pode haver oportunidades em muitas equipes em 2019, porque o mercado abre naquele momento, então vamos ver. Agora estou concentrado neste campeonato e no próximo, mas há oportunidades. Acho que tenho opções”.

LEIA MAIS:
ALONSO DEFINIRÁ SE PERMANECE OU NÃO NA MCLAREN, QUANDO A EQUIPE DEFINIR O MOTOR DE 2018
APÓS TER LARGADO EM 16º E CHEGAR EM 4º, RICCIARDO COMEMORA: “FUI O SR. ULTRAPASSAGEM”