Guia da NFL 2017: Tennessee Titans

Depois de uma campanha acima do esperado em 2016, nada mais justo do que os fãs do Tennessee Titans acreditar que em 2017, a franquia voltará a frequentar os playoffs, algo que não faz desde 2008. Com Marcus Mariota e DeMarco Murray, essa possibilidade é bem real.

Rodrigo Nascimento
Colaborador do Torcedores.com, amante dos esportes americanos e do automobilismo.

Crédito: Logo do Tennessee Titans

HISTÓRIA: Fundado como Houston Oilers em 1960, foi uma das potências da extinta AFL, conquistando os dois primeiros títulos da liga. Com a união das ligas, o primeiro grande momento do Oilers na NFL foi no final dos anos 70, quando chegou a final da AFC em 78 e 79, mas acabou sendo derrotado pelo Pittsburgh Steelers nas duas ocasiões. Aluns anos depois, a equipe chegou aos playoffs durante sete anos consecutivos, entre 1987 e 1993, mas sem conseguir chegar ao tão sonhado Super Bowl. Em 1997, veio a mudança para Tennessee e dois anos depois, a mudança de nome para Titans. E em seu primeiro ano com a nova nomenclatura, o tão sonhado Super Bowl foi alcançado, mas não conquistado, já que na oportunidade, a franquia acabou sendo derrotada pelo Saint Louis Rams.

COMO FOI EM 2016? Depois de duas temporadas ruins, ninguém esperava muita coisa do Titans, ainda mais quando a franquia apostou na contratação de DeMarco Murray. Mas, ele fez com que o ataque terrestre da equipe de Tennessee funcionasse, e ajudou muito o jovem QB Marcus Mariota a tornar o ataque dos Titans um dos mais fortes da temporada, e disputou até a última semana o título da AFC Sul contra o Houston Texans. O título e a vaga nos playoffs não veio por meros detalhes, mas a expectativa de dias melhores, finalmente retornou ao Tennessee.

QUEM CHEGOU? CB Logan Ryan (Patriots), WR Eric Decker (Jets) e SS Johathan Joseph (Jaguars).

QUE SAIU? CB Jason McCourty (Browns) e WR Kendall Wright (Bears).

DRAFTADOS:

1º round: Corey Davis, WR de Western Michigan e Adoree’ Jackson, CB de USC

2º round: não teve

3º round: Taywan Taylor, WR de Western Kentucky e Jonnu Smith, TE de FIU

4º round: não teve

5º round: Jayon Brown, LB de UCLA

6º round: Corey Levin, OL de Tennessee-Chattanooga

7º round: Josh Carraway, OLB de TCU, Brad Seaton, OT de Villanova e Khalfani Muhammad, RB de Cal

O QUE ESPERAR PARA 2017? Depois de ter surpreendido em 2016, com certeza o Tennessee Titans é um dos favoritos para chegar aos playoffs nesta temporada. A linha ofensiva foi mantida, e a defesa ganhou novas peças que deverão evoluir no decorrer da competição. A tabela da equipe não é complicada, mas será preciso voltar a vencer o Colts, adversário de divisão e que o Titans não vence desde 2012. Além do mais, a equipe precisará não cometer os mesmos vacilos de 2016 e perder jogos em casa. Se conseguir aproveitar tudo isso, a franquia do Tennessee dificilmente não chegará aos playoffs.

Ano de fundação: 1960
Cidade: Nashville
Estádio: Nissan Stadium (Capacidade: 69.143)
2 Títulos da AFL: 1960 e 1961
Divisão: AFC Sul