Futebol

Internacional vence o Náutico em Caruaru e retoma liderança da Série B

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: FOTO: Ricardo Duarte/Inter DVG

O Internacional venceu o Náutico por 1 a 0 e retomou a liderança da Série B. Os gaúchos criaram muitas chances, poderiam ter feito mais, mas somente Leandro Damião acertou o alvo, de cabeça. O Timbu lutou, porém, não teve condições de reverter a má fase em transpiração e segue na penúltima colocação.

O Inter volta ao primeiro lugar ao chegar aos mesmos 48 pontos do América-MG, mas supera no número de vitórias. E o próximo duelo é justamente na ponta de cima. Na quarta-feira, às 19h30, Colorado e Coelho se enfrentam no Beira-Rio. O Náutico segue em penúltimo com 20 pontos, a oito do 16º. Na terça-feira, vai a Curitiba medir forças com o Paraná, às 20h30.

O Colorado foi quem começou a todo vapor no ataque. Com duas chances claras, teve a oportunidade de sair na frente do placar, mas não foi eficiente. Leandro Damião soltou uma bomba da esquerda, Jeferson espalmou e a bola sobrou para Pottker, que antes de finalizar, foi atrapalhado por Breno, que mandou pela linha de fundo. Na sequencia da jogada, após Uendel cobrar escanteio, Dourado desviou de cabeça, e Cuesta bateu de cima para baixo. A bola subiu e bateu na trave direita de Jeferson, indo para fora.

A primeira chegada ofensiva do Náutico só aconteceu aos 24 minutos. Pela esquerda, Manoel cruzou rasteiro para Diego Miranda, que bateu de primeira e Danilo Fernandes fez uma boa defesa. Contudo, o Inter era quem chegava com mais perigo, criava as melhores jogadas ofensivas. Sasha tocou para Leandro Damião na entrada da área, o tacante bateu colocado no canto e o goleiro Jeferson defendeu. No rebote, Gutiérrez bateu cruzado em cima da defesa

O Náutico voltou para o segundo tempo disposto a sair com os três pontos do confronto. Logo com dois minutos, Manoel chegou pela esquerda até a linha de fundo e cruzou buscando Rafael Oliveira, mas o goleiro Danilo Fernandes se atirou em direção a bola e cortou o cruzamento. Três minutos depois, Edenílson recebeu na ponta direita da área e colocou a bola na cabeça de Leandro Damião, que mandou sem chances para Jeferson, abrindo o placar.

Após lançar Gilmar na vaga de Dico, que não evoluiu no segundo tempo, Roberto Fernandes precisou sacar Breno Calixto e Miranda machucados, acionando Feliphe Gabriel e Willian Schuster. Na melhor chance alvirrubra na etapa final, Rafael Oliveira ganhou da defesa e saiu de cara com Danilo Fernandes, mas furou na hora de finalizar.

Inoperante no ataque, o Náutico se limitou a assistir o Colorado atacar e ver seu goleiro continuar a salvar o que poderia ser uma goleada. Aos 44, o jovem de 24 anos salvou um chute com puro reflexo e, no rebote de Damião, espalmou uma bicicleta para a linha de fundo. Pior para o Timbu que ver a diferença para o primeiro time do Z-4 aumentar.

FICHA DO JOGO:

NÁUTICO: Jefferson; Suelinton, Breno Calixto (Feliphe Gabriel), Aislan e Manoel; Amaral, Dico (Gilmar), Diego Miranda (William Schuster) e Giovanni; Rafael Oliveira e Iago
Técnico: Roberto Fernandes.

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; Alemão, Ernando (Danilo), Víctor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado, Edenílson, Felipe Gutiérrez (Camilo), William Pottker e Eduardo Sasha (Nico López); Leandro Damião
Técnico: Guto Ferreira.

Local: Estádio Luiz Lacerda, em Caruaru
Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha e Elicarlos Franco (ambos da BA)
Gols: Leandro Damião (I)
Cartões amarelos: Aislan (N); Felipe Gutiérrez (I)
Público: 13.409

LEIA MAIS: “Inter não tem time para brigar pela Libertadores em 2018”, avalia comentarista