Futebol

Jean Mota explica porque recusou proposta da Arábia e permaneceu no Santos

Publicado às

Nagila Luz (22) é jornalista formada pela UNITAU.

Crédito: Foto: Ivan Storti

O meio-campista Jean Mota, deve ser o substituto de Lucas Lima nesta quarta-feira (20), às 21h45 (horário de Brasília), na Vila Belmiro, em partida válida pelo jogo de volta das quartas de final da Libertadores, contra o Barcelona-EQU. O jogador explicou, o motivo pelo qual recusou ir jogar no futebol árabe.  

Aos 23 anos, o meia recebeu uma proposta do Al Shabab, da Arábia Saudita, o jogador iria receber um salário superior ao que recebe no Peixe, porém, Jean Mota preferiu permanecer no alvinegro. 

“O Santos é o clube que abriu as portas, confiou em mim. Tem uma torcida que está sempre junto, apoiando. Então, claro que acertei (em ficar). Estou muito feliz aqui no clube e agora vamos em busca dos títulos que estamos disputando. Quero entrar para a história do Santos”, disse em entrevista ao Globoesporte.com. 

O jogador foi contratado pela equipe santista em junho de 2016. O Peixe pagou cerca de R$ 800 mil ao Fortaleza. O contrato do jogador com o alvinegro é válido até junho de 2022.

 

LEIA MAIS:
Cotado para substituir Lucas Lima, Jean Mota se diz preparado para ser titular 
Santos ‘responde’ não convocação de Vanderlei para Seleção Brasileira

Vanderlei é o goleiro com mais defesas difíceis na temporada; veja os números