Futebol

Alvo de polêmica, Jô teve dois gols mal anulados pela arbitragem; relembre

Publicado às

Jornalista. Como todo torcedor também gosto de dar meus pitacos. Fã da seleção italiana, do Milan e do Arsenal.

Jo

Jô foi o personagem da vitória do Corinthians diante do Vasco. Além de ter participado de algumas chances de perigo por parte do Timão, o artilheiro do Brasileirão fez um gol de braço que resultou nos três pontos para o clube do Parque São Jorge. Porém o próprio camisa 7 relembrou de lances equivocados da arbitragem para ‘amenizar’ o gol irregular.

Com o gol anotado neste domingo, Jô chegou aos 13 gols no Brasileirão. Seu número poderia ser maior, caso os gols diante do Coritiba e Flamengo fossem validados, quando o atacante não estava em posição irregular como foi visto pelos assistentes nos respectivos jogos. Aliás o tento contra o Rubro-Negro foi lembrado pelo atleta.

Eu não vi (se bateu). Se eu tivesse convicção iria falar, mas não tenho como assumir uma coisa que não vi. Eu me joguei na bola, então não tinha como eu ver se toquei a mão na bola ou não. Se tivesse o toque eu falaria. Eu me projeto para cima da bola, se tocou ou não foi ai foi interpretação do árbitro. Na televisão fica fácil parando. A mesma coisa do meu impedimento contra o Flamengo, a interpretação do árbitro estava impedido. Paramos, vimos a jogada, eu estava três metros atrás. Cada árbitro tem uma interpretação”, se defendeu.

Apesar de ter citado o gol do Flamengo, foi contra o Coritiba que Jô teve sua primeira polêmica. No lance em questão, a partida estava nos 42 minutos do segundo tempo e empatada em 0 a 0, quando o camisa 7 recebeu de Maycon estando atrás da posição da bola e anotou o gol. Porém o bandeirinha juntamente com o árbitro Marcelo de Lima Henrique anularam. (RELEMBRE AQUI). 

Na época, assim como ressaltado por Jô neste domingo (17), o atacante corintiano eximiu o árbitro de culpa: “Cara, foi um lance muito rápido. É “um dois”. Não deu para saber o que aconteceu. O mais importante aqui foi pontuar, ganhar um pontinho”, disse na saída de campo.

Quarenta e três dias depois, Corinthians x Flamengo duelaram na Arena e mais uma vez Jô teve um gol mal anulado após um lance de Maycon. Aos 12 minutos do primeiro tempo, o camisa 7 recebeu do meia e empurrou para o fundo das redes.

Porém Pablo Almeida da Costa levantou a bandeirinha e não validou o gol, fato que o fez ser suspenso pela Comissão de Arbitragem pelo “erro inaceitável”.

– REPERCUSSÃO NAS REDES SOCIAIS

Os corintianos defenderam Jô na web ao ver que o atacante sofreu com criticas por não ter aplicado a regra do “fair play”. Os torcedores do Timão relembraram os lances acima e chegaram a falar que o camisa 7 está em “crédito”.

LEIA MAIS
JÔ DIZ QUE NÃO VIU TOQUE EM BRAÇO E RELEMBRA ERRO DE IMPEDIMENTO EM JOGO DO FLAMENGO