Futebol

Legado de Pelé no futebol

Publicado às

18 anos, cursando Jornalismo na Unifae em São João da Boa Vista, apaixonada por futebol e com crises existenciais sobre o cartola.

Fonte: Livro Pelé

Fonte: Livro Pelé Tri campeão mundial em 1958 ,1962,1970, bi campeão da Libertadores e bi campeão Intercontinental  com o Santos nos anos de 1962 e 1963,  jogou nos EUA com o Cosmos em 1977, além de ser o maior nome do futebol mundial.

É claro que estamos falando de Pelé,  considerado o melhor jogador do século XX e sem dúvidas foi o cara nas Copas do Mundo. Tem o título de rei não é atoa, onde jogava ele conquistava o público com seu talento e simplicidade.

Mas afinal qual foi o legado que o rei deixou no futebol?

1- Racismo

O futebol chegou ao Brasil com status de esporte de elite, à medida que a presença de negros e mulatos foi se tornando cada vez mais aceita dentro dos elencos ou necessária, pois o nível do futebol praticado em campo ia melhorando e os times se viam obrigados a contar com jogadores de todos os tons de pele para poder competir em pé de igualdade com seus rivais.

Pelé foi um exemplo disso, foi e é ídolo do maior e mais popular esporte da terra desde os tempos extremamente racistas, quebrou barreiras ao ser o primeiro negro na capa de uma revista americana, além de tudo serviu de inspiração para as novas gerações daquela época, ao não demonstrar vergonha de sua cor.

2- A mística da camisa 10

O 10 clássico que se pede  atualmente é um jogador quase impossível. Um armador de jogadas, que tenha visão de jogo, que tenha um passe milimétrico e toques de genialidade. Precisa fazer gols, mas também precisa estar na construção das jogadas. Precisa chutar bem, passar bem, cabecear na área.  Geralmente o jogador  que a veste é reconhecido como o craque da equipe, responsável pela organização das jogadas e capaz de resolver sozinho uma partida. Péle foi o pioneiro em questão de genialidade e principal responsável pela mudança no mundo do futebol.

3- 1000 gols

Muitos jogadores antes de Pelé antigiram  essa marca, mas foi nos pés do rei que essa marca se imortalizou. Aos 29 anos, no dia 19 de novembro de 1969 ,no Maracanã contra o Vasco, Pelé marcava seu milésimo gol. A partir deste dia fazer 1000 gols era sinônimo de igualar a Pelé.

4-  New York Cosmos

Jogar em um país sem tradição no futebol naquela época, era para poucos. Após oito meses sem jogar desde sua aposentadoria com a camisa do Santos, Pelé assinou um contrato com New York Cosmos, a contratação era especulada a  meses e gerou um alvoroço, mesmo em um país que o não se interessava muito por futebol e mal conhecia o esporte, o impacto dessa da contratação do rei foi enorme. O futebol nos EUA cresceu criou- se a MLS (Major League Soccer) que atualmente conta com 22 times.

LEIA MAIS

OPINIÃO: A SÉRIE B É LOGO ALI!

VALEU A PENA TODO O INVESTIMENTO DO PALMEIRAS?