Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Marcelo Cabo critica arbitragem após derrota do Guarani na Série B

Em seu quarto jogo como técnico do Guarani, Marcelo Cabo ainda não venceu pelo Bugre. E contra o Paysandu, na última terça-feira (26) teve a chance de conseguir seu primeiro triunfo, mas acabou levando a virada do time paraense.

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Divulgação/Site Oficial do Guarani

Após a partida, o treinador falou sobre a derrota e fez críticas à arbitragem do duelo contra o Papão. Em especial, os lances que mais irritaram o treinador foram a expulsão do lateral Salomão e um pênalti não marcado de Diego Ivo em Kevin. Além de um pênalti marcado a favor do time da casa

“Foi um jogo muito equilibrado. Saímos na frente, mas demos bobeada numa falta, deixamos eles baterem rápido e, segundo o que me passaram, não foi pênalti. Aí preparamos o time no intervalo, mas você tem um jogador expulso logo de cara e tem que refazer tudo. Até conseguimos neutralizar o Paysandu com um a mais. Precisávamos ter mais atenção com a bola parada. Sabíamos que o Diego Ivo era perigoso, cochilamos e tomamos o gol”, comentou Cabo segundo o Globoesporte.com

Aniversário CLUBE EXTRA

Clique e veja as melhores promoções!

A reclamação do técnico do Guarani com a penalidade não marcada em Kevin resulta do lance do pênalti marcado da favor do Paysandu na partida. Para Marcelo Cabo, os dois lances foram parecidos mas o pênalti só foi dado em uma das jogadas.

“Tenho dúvida no lance com o Kevin. Para mim, foi igual ao pênalti do Paysandu. Então, a arbitragem interferiu diretamente no resultado. Como deu lá, poderia ter marcado com o Kevin também”, comentou.

LEIA MAIS

GLADSTONE CONFIRMA HISTÓRIA CURIOSA COM LUXEMBURGO E RELEMBRA FINAL DE 2003

NETO SE IRRITA COM COMENTARISTA DA ESPN E MANDA RECADO NO AR: “VAI CHUPAR MANGA”

(Crédito da foto: Divulgação/Site Oficial do Guarani)