Tênis

Melo e Soares confirmam favoritismo e dão sobrevida ao Brasil na Copa Davis

Publicado às

Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.

O Brasil ainda está vivo na luta para retornar à elite da Copa Davis. Na noite deste domingo (horário de Brasília), Marcelo Melo e Bruno Soares contaram com boas condições climáticas em Osaka – depois do mau tempo por dois dias seguidos – para vencer o jogo de duplas contra o Japão e diminuir a desvantagem do confronto válido pelos Play-offs para 2 a 1.

Amplos favoritos até por questão de ranking, em que são top 10 da modalidade, Melo e Soares não tiveram problemas para derrotar Ben Mclachlan e Yasutaka Uchiyama por 3 sets a 0, com parciais de 7/6(2), 6/4 e 6/2.

Agora, a equipe comandada por João Zwetsch necessita obrigatoriamente de um triunfo de Thiago Monteiro contra Yuichi Sugita para forçar a quinta partida, que será entre Guilherme Clezar e Go Soeda. Em caso de vitória de Sugita, o Japão fecha a série e o jogo final provavelmente nem será realizado.

Se garantir a virada, que seria apenas sua segunda na história da Davis após sair de 0-2, o Brasil voltará a disputar o Grupo Mundial em 2018. Em caso de derrota, o time canarinho terá que jogar mais um ano o Zonal Americano.