“Não fizemos nada para ganhar”, diz Renato Gaúcho após derrota do Grêmio

Renato Gaúcho
FOTO: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

A derrota para a Chapecoense neste domingo (17) afastou o Grêmio ainda mais do líder Corinthians. Para Renato Gaúcho, diferente do que aconteceu contra o Vasco, o time até teve o controle da partida, mas não teve criação para ganhar. O resultado deixa os gaúchos há 10 pontos do rival paulista.

“Não fizemos nada para ganhar o jogo. Jogamos bem, tivemos o controle, a posse, mas isso não quer dizer nada. Faltou criação. Tomamos um gol com menos de um minuto no segundo tempo, aí ficou mais difícil. A Chapecoense veio para se defender e achar um gol. A gente não conseguiu furar o bloqueio e mais uma vez perdemos a chance dentro de casa”, afirmou Renato.

O técnico negou que seu time esteja ‘manjado’. “Não vejo dessa maneira. Cansei de ver o Grêmio ganhando partidas no segundo tempo. O jogo tem 90 minutos e dentro disso tudo pode acontecer. Fazer gol no início ou depois, tem várias situações durante o jogo. Não é porque não faz gol no início que de repente não vai vencer a partida.”

Renato Gaúcho disse que não vai mudar a maneira de atuar. Para ele, o grande problema contra a Chape foi a falta de um jogador criador, que no caso seria Luan. O atacante segue se recurando de uma lesão na coxa e ainda é dúvida para o confronto contra o Botafogo, pela Libertadores.

O Grêmio fica com 43 pontos, estacionado na segunda posição e 10 pontos atrás do Corinthians, líder do Brasileirão. No próximo domingo (24), os gaúchos viajam para enfrenta o Bahia, na Arena Fonte Nova.

LEIA MAIS

Opinião: Corinthians faz gol de mão com Jô, mas Grêmio também não se ajuda