Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Narrador sofre a primeira consequência após comentário polêmico sobre Bolaños

Pedro Ernesto Denardin, um dos principais narradores do Rio Grande do Sul, causou polêmica na última semana ao protagonizar um vídeo em que faz comentários pejorativos sobre Miller Bolaños, ex-jogador do Grêmio, que foi negociado com o Tijuana, do México. O principal locutor da Rádio Gaúcha já sofreu a primeira consequência: perdeu o patrocínio da SAP Brasil, empresa do ramo de softwares e aplicativos empresariais.

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Por meio de sua conta oficial no Twitter, a empresa comunicou que não mais anunciaria a favor de Pedro Ernesto na última terça-feira. Na mensagem escrita, o grupo deixou claro que considerou “homofóbico” e “racista” o comentário do narrador sobre o ex-atacante gremista.

LEIA MAIS:

Vídeo em que narrador fala sobre saída de Bolaños gera polêmica entre os gremistas

Narrador muda de emissora e vira colega do filho, que vibra: “Sou um homem de sorte”

“A SAP repudia toda e qualquer manifestação racista e homofóbica, e investe constantemente em iniciativas que promovam a diversidade. Sempre promovemos a diversidade e o respeito, por isso a SAP Brasil decidiu retirar o patrocínio do programa de Pedro Ernesto”, diz o comunicado.

Pedro Ernesto admite erro e pede desculpas

O vídeo que circula nas redes sociais apresenta Pedro Ernesto em um palco, se apresentando como cantor, utilizando o intervalo entre as músicas para se comunicar com o público, que aparentemente curte uma festa privada. Quando alguém cita o nome de Bolaños para o narrador, ele acaba ironizando e debochando sobre a situação do atleta.

Confira:

Como já era de se esperar, a postura do narrador irritou os gremistas e gerou uma onda de insatisfação nas redes sociais. Pedro Ernesto usou o Twitter para se desculpar.

As melhores notícias de esportes, direto para você

 

Comprado no início de 2016, Miller Bolaños não conseguiu se firmar no Grêmio. Entre altos e baixos,  não voltou a jogar depois de ter uma lesão muscular em abril. Mesmo recuperado, alegava estar “sem cabeça” para atuar. Desde então, muitos boatos circulavam sobre a sua situação, mas nenhum deles foi confirmado.