Futebol Internacional

Nova Zelândia “joga pro gasto” diante das Ilhas Salomão e confirma a vaga na repescagem para a Copa 2018

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Pela terceira vez consecutiva, a Nova Zelândia vai tentar representar a Oceania na Copa 2018. (FOTO: OFC Media/Facebook Oficial da OFC)

Apesar do empate de 2 x 2, no segundo jogo da decisão da Oceania envolvendo Ilhas Salomão e Nova Zelândia, a disputa pela vaga na repesacagem já estava praticamente resolvida. Isso porque no primeiro jogo na última sexta-feira, os “All Whites”, golearam em casa,os salomonenses por 6 x 1 e só trataram de administrar a vantagem, na partida de volta, disputada em Honiara.

Com o passaporte carimbado, os neozelandeses agora esperam a definição do quinto colocado da CONMEBOL, para em dois jogos no mês de novembro, definir se a Oceania terá representante ou não, na Copa do Mundo em 2018, na Rússia.

Será a terceira vez seguida que a Nova Zelândia vai tentar uma classificação para o Mundial. Em 2010, conseguiram participar pela segunda vez de um Mundial. A sua estreia foi 1982, na Espanha. Já em 2014, caíram para o México na repescagem e agora em 2018, eles vão tentar garantir o continente mais uma vez na Copa.

O JOGO

Já com a enorme vantagem, a Nova Zelândia entrou em campo querendo resolver rápido as coisas e com dois gols de Bevan e Nelson Sale (contra), os visitantes sepultaram qualquer possibilidade de perder a vaga, ainda que fosse pouco provável que acontecesse. Deu tempo de as Ilhas Salomão, descontar através de cobrança de pênalti convertida por Micah Lea’Alafa, isso no fim do primeiro tempo.

Na segunda etapa, os mandantes queriam, pelo menos, se despedir de forma honrosa e foram atrás do empate com inúmeras oportunidades, fazendo o goleiro Marinovic trabalhar bastante. Até que aos 35 minutos, a recompensa veio. Em mais um pênalti marcado para os donos da casa, coube a Henry Fa’arodo (capitão da equipe), fazer o gol de empate e dar números finais ao duelo.

Ao fim do jogo, o treinador de Ilhas Salomão, Felipe Vega-Arango, parabenizou os “All Whites” e revelou que torce para que eles consigam representar o continente na próxima Copa.

“Em primeiro lugar, quero felicitar a Nova Zelândia por progredir e espero que eles possam ter um lugar na Copa do Mundo e representar a Oceania “, disse Vega-Arango.

Vega-Arango comentou sobre a partida e disse sobre as dificuldades de enfrentar uma seleção mais qualificada e que o empate pode ser comemorado com se fosse uma “vitória”.

“Para nós, foi um bom resultado porque, embora quiséssemos ganhar,quando você está contra um lado profissional; o 2-2 é como uma vitória.

“Eu acho que nós tivemos um jogo muito bom, acho que teria sido muito injusto se perdermos o jogo. Mas o empate é bom para os meninos, bom para a federação e bom para o país ” – declarou o treinador dos “Bonitos” (alcunha da seleção local) em entrevista ao site oficial da OFC

Já do lado vencedor, o comandante dos “All Whites”, Anthony Hudson, não quer saber de moleza e quer seus jogadores preparados,desde já, para os dois jogos da repescagem contra o 5º colocado da CONMEBOL.

“O que há a seguir é que temos que garantir que nos preparemos bem em outubro e recuperar todos os nossos melhores jogadores e estarmos prontos para novembro” – comentou Hudson.

O técnico da Nova Zelândia está observando os jogos das Eliminatórias Sul-Americanas e espera que seu adversário se defina o quanto antes.

“Nós estamos observando as equipes da CONMEBOL e esta janela é crucial porque há três ou quatro equipes que estão por aí, então estamos de olho nas seleções e estamos ansiosos por isso ” – declarou o treinador neozelandês ao site oficial da OFC.

CONFIRA OS GOLS DA PARTIDA

Crédito: Youtube/Canal oficial da OFC (Oceania Football Confederation)

LEIA MAIS

REVEJAM COMO FOI O PRIMEIRO ENCONTRO ENTRE NOVA ZELÂNDIA x ILHAS SALOMÃO