Petros celebra vitória do São Paulo e rebate Kanu: ‘Vai respeitar mais’

Foto: Maurícia da Matta / Divulgação / EC Vitória

Na tarde deste domingo (17), o São Paulo bateu o Vitória por 2 a 1, em Salvador-BA, em jogo válido pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro, encerrou jejum de três jogos sem vitória e Petros não deixou barato para o zagueiro Kanu.

Engasgado com o defensor, que disse antes da partida que iria atropelar o Tricolor, o volante são-paulino soltou os cachorros e pediu mais respeito com os jogadores e instituição.

Quero falar para o seu Kanu. Para ele atropelar quem é pai de família e quem trabalha, ele tem que fazer muito mais. Ele tem que respeitar a camisa do São Paulo, ele tem que fazer muito mais e aqui só tem pai de família e quem trabalha“, disparou o volante, em entrevista ao canal Premiere.

Esse pessoal vai voltar a respeitar o São Paulo, porque o São Paulo é muito grande. Promessa minha. Seu Kanu, time grande. Máximo respeito à camisa do São Paulo“, completou.

Com a vitória, o São Paulo chega aos 27 pontos, salta da 19ª para a 17ª colocação e pode terminar a rodada fora do Z-4 caso o Cruzeiro vença o Bahia por quatro gols de diferença.

O próximo desafio o time do Morumbi será contra o Corinthians, no próximo domingo (24), pela 25ª rodada do Brasileirão.

FICHA TÉCNICA
VITÓRIA 1 X 2 SÃO PAULO 

Local: Estádio Barradão, em Salvador (BA)
Data: 17 de setembro de 2017, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR-Fifa)
Assistentes: Bruno Boschilia (PR-Fifa) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)
Cartão Amarelo: 
Jonatan Gomez e Arboleda (São Paulo); Uillian Correia, Patric e Cleiton Xavier (Vitória)
Cartão Vermelho: –
Gol:

SÃO PAULO: Éder Militão, aos 7 minutos do segundo tempo, e Fillipe Soutto (contra), aos 36 minutos do segundo tempo

VITÓRIA: Tréllez, aos 44 minutos do segundo tempo

VITÓRIA: Fernando Miguel; Caique Sá (Fillipe Soutto), Wallace, Kanu e Patric; Ramon, Uillian Correia (Carlos Eduardo) e Yago; Neilton (Cleiton Xavier), Tréllez e Kieza
Técnico: 
Vagner Mancini

SÃO PAULO: Sidão; Éder Militão, Rodrigo Caio, Robert Arboleda e Júnior Tavares; Petros; Marcos Guilherme (Bruno Alves), Jonatan Gomez (Christian Cueva), Hernanes e Lucas Fernandes (Thomaz); Lucas Pratto
Técnico: Dorival Júnior

LEIA MAIS
DIRETOR DE FUTEBOL DO SÃO PAULO REVELA BASTIDORES DA CONTRATAÇÃO DE HERNANES
SEM VÍNCULO, MURICY RAMALHO EXPLICA COMO IRÁ TRABALHAR NO SÃO PAULO
BRENNER RENOVA CONTRATO COM O SÃO PAULO ATÉ 2022 COM MULTA MILIONÁRIA



Jornalista com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação, Dialoog Comunicação e Comunicale.