Futebol

Roberto Fernandes tem duas dúvidas para escalar o Náutico diante do Brasil de Pelotas

Publicado às

Foi editor do semanário BolanoBarbante, apaixonado por esportes, entusiasta das corridas de rua e dos jogos de tênis.

Crédito: Site oficial do Náutico/Divulgação

Náutico x Brasil de Pelotas vão duelar na Arena Pernambuco, em jogo válido pela 23 rodada do Campeonato Brasileiro da Série-B. Para o embate, o técnico Roberto Fernandes ainda tem duas dúvidas. A primeira, relativa as dores na coxa direita de Breno Calixto e por isso o atleta tem chances remotas de entrar em campo. Já a segunda, em relação a uma possível mudança técnica, pois o comandante do Timbu ainda não se decidiu entre o atacante Iago ou o meia Bruno Mota.

Para o lugar do zagueiro, a tendência é que Aislan assuma a titularidade, enquanto no segundo caso, as maiores chances estão pela entrada de Iago, isso porque Roberto Fernandes afirmou que com a escolha do atacante, o time ganha mais no setor ofensivo.

“A dúvida é entre o Iago e o Bruno Mota, mas é uma decisão que diferencia bastante a forma de jogar da equipe. Com o Iago, o time ganha a intensidade que o torcedor viu diante do Figueirense, que foi uma atuação elogiada por todos. Já com o Bruno, ganhamos outras vantagens, como uma maior qualidade no passe”, revelou em coletiva de imprensa o comandante do Náutico.

“Se o jogo fosse hoje ele não atuaria. Mas temos mais 24 horas de tratamento intenso e vamos aguardar. O Breno é um jogador muito importante e tem uma característica que eu gosto em um zagueiro”, finalizou Roberto Fernandes, analisando o provável desfalque relativo ao defensor da equipe.