Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Russos podem ter inflamado discussão pró e contra protestos na NFL; entenda

Os protestos de jogadores da NFL durante o hino nacional dos Estados Unidos viraram uma das maiores histórias do mundo no último fim de semana. Mas, aparentemente, contas falsas no Twitter ligadas à Rússia podem ter colaborado a aumentar a temperatura da situação.

Patrick Mesquita
Colaborador do Torcedores

Crédito: Jogadores do New England Patriots protestam durante hino. Crédito: Getty Images

De acordo com o The New York Times, pesquisadores da Alliance for Securing Democracy, uma organização em Washington, rastrearam 600 contas no Twitter – com usuários humanos e suspeita de robôs – e encontraram evidências de que as operações eram controladas por russos. Os perfis impulsionaram publicações ajudando a colocar a NFL contra o hino norte-americano.

LEIA MAIS

JOGADOR QUE ‘FUROU’ PROTESTO TEM CAMISA MAIS VENDIDA DA NFL NAS ÚLTIMAS HORAS

CRÍTICA DE TRUMP REVOLTA NFL, E RODADA TEM PROTESTOS ATÉ DE DONOS DOS TIMES

A Alliance for Securing Democracy rastreou a influência russa nas mídias sociais e descobriu que as hashtags utilizadas por esses perfis cresceram. A intenção era alimentar argumentos pró e contra ambos os lados e ajudar a criar uma briga entre o povo dos Estados Unidos.

Todos os times na liga demonstraram alguma manifestação durante a terceira rodada do campeonato, que aconteceu no último fim de semana. A insatisfação veio após o presidente Donald Trump afirmar que os jogadores que ajoelhavam durante o hino deveriam ser demitidos.

Em resposta, mais de 100 atletas ajoelharam no último domingo, enquanto outros times entrelaçaram os braços ou simplesmente não foram ao gramado durante a cerimônia de abertura.

A situação explodiu nas redes sociais e aumentaram o debate racial no país. De acordo com a ABC, mais de 1,3 milhões de tweets foram feitos em um espaço de 24 horas.