Técnico do Bahia analisa dificuldade de jogo contra o Cruzeiro

Depois de empatar com o Atlético-GO, fora de casa, o Bahia já está de volta a Salvador para iniciar a preparação visando o jogo contra o Cruzeiro, no final de semana.

Victor de Freitas
Baiano, 25 anos, jornalista formado pela Universidade Jorge Amado (UniJorge). Apaixonado por esportes em geral, de preferência basquete, tênis e futebol. Contato: victorw10@outlook.com

Crédito: Foto: Divulgação/ECBahia

No desembarque na capital baiana, Preto Casagrande analisou a campanha tricolor no “cruel” Campeonato Brasileiro e falou sobre suas expectativas para o segundo jogo seguido longe de casa.

“Cruel é você jogar Brasileiro da Série A. A gente jogou contra o último colocado, que estava em um retrospecto excelente nas últimas quatro partidas. Então nós sabíamos a dificuldade. Campeonato Brasileiro é isso. Não tem jogo fácil. A gente vai para Belo Horizonte sabendo dessas dificuldades, mas esperançosos, principalmente pelo segundo tempo que a gente fez”,

“(…) Gostaríamos de estar ali em 12º, se tivéssemos ganhado o jogo. Mas as dificuldades são enormes. A gente tem essa consciência e vai para Belo Horizonte com esse pensamento de somar ponto e não jogar também só na defesa. Porque um time que joga com quatro atacantes, como a gente jogou ontem, não é um time que só busca se defender”, acrescentou.

O Bahia encara o Cruzeiro às 19h deste domingo (17), no Estádio Mineirão.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

LEIA MAIS:
Pelé no Sport? Quase! Veja essa e outras curiosidades sobre o futebol nordestino
Conheça o Llanfairpwllgwyngyll F.C., o clube de futebol com o nome mais longo do mundo