Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Confira o top 5 de artilheiros desta temporada no futebol brasileiro

Dois atacantes de clubes da Série A, quatro da Série C e apenas um da Série B, a artilharia democrática do futebol brasileiro neste ano.

Kayque Dias
Colaborador do Torcedores

Crédito: Foto/reprodução: Extra Online.

Três jogadores dividem o posto de primeiro lugar na lista, são eles: Henrique Dourado (Fluminense), Jonatas Belusso (Atualmente no Al-Shabab) e Rafael Oliveira (Botafogo-PB). Nas seguintes posições estão: Tito do Confiança, Max do Tombense, Rafael Grampola do Joinville e Jô do Corinthians, detalhe, só contamos gols em competições do futebol brasileiro; confira a lista.

LEIA MAIS:
Top 10: maiores goleadas da Portuguesa em jogos oficiais
Os 20 clubes que mais cederam jogadores para a seleção brasileira em jogos oficiais

1. Henrique Dourado

O Ceifador marcou 23 gols no ano, foram 13 no Campeonato Brasileiro, 4 na Copa do Brasil e 6 no Campeonato Carioca.

 

 

 

Jonatas Belusso

Jonatas Belusso foi um dos artilheiros do Campeonato Catarinense, quando atuou pelo Brusque. O jogador marcou 11 gols pelo estadual e um gol pela Copa do Brasil. O que lhe rendeu uma transferência para jogar a Série B pelo Londrina, pelo clube paranaense foram mais 11 bolas na rede e a artilharia dividida com Tiago marques do Juventude, no Campeonato. A boa fase lhe rendeu uma transferência para o futebol árabe, para atuar pelo Al-Shabab, da Arábia Saudita. O jogador no total soma 23 gols empatando com Henrique Dourado e Rafael Oliveira na liderança.

 

 

 

Rafael Oliveira

Rafael Oliveira arrebentou atuando com a camisa do Botafogo-PB, o jogador simplesmente botou 17 bolas na rede em 17 partidas pelo Campeonato Paraibano a onde se sagrou campeão estadual pelo clube. Na Série C o jogador ajudou o Belo a se livrar do rebaixamento para a Série D do Campeonato Brasileiro, Rafael marcou 5 gols e marcou mais um gol na Copa do Nordeste, somando 23 gols e se juntando a Henrique Dourado e Jonatas Belusso na liderança da artilharia do Brasil.

 

 

 

2. Tito

Tito não é aquele centroavante, mas tem o faro de gol de um camisa 9. O jogador foi o artilheiro do Campeonato Sergipano pelo Confiança, marcando 14 gols na competição estadual. Na Série C, o artilheiro do dragão azulino foi um dos artilheiros da terceira divisão nacional com 8 gols e ajudou o clube a fugir do rebaixamento para a Série D e conseguir a classificação para o mata-mata do Campeonato Brasileiro da Série C. Ao todo são 22 gols marcados.

 

 

 

3. Max

Max, atacante rodado, artilheiro por 3 clubes nesta temporada. O jogador começou a temporada na Cabofriense-RJ, jogou apenas 8 partidas e marcou 8 gols, isso lhe rendeu o terceiro lugar no posto de artilheiros do Campeonato Carioca, desbancando vários outros atacante mais badalados. Max foi disputar o Campeonato Catarinense pelo Internacional-SC e em 9 oportunidades marcou 5 gols. O bom momento lhe rendeu um contrato com a Tombense, para disputar a Série C do Campeonato Brasileiro e o jogador mais uma vez ficou entre os artilheiros, foram 8 gols em 13 partidas pelo clube mineiro. Max botou 21 bolas na rede.

 

 

 

4. Rafael Grampola

Esse gosta de fazer gols, na temporada passada o camisa 9 arrebentou jogando por Gama e Bragantino e agora destruiu atuando pelo Braga e pelo Joinville na Série C. Foram 8 gols na Série A2 do Campeonato Paulista pelo Bragantino e 13 gols pelo Joinville na Série C, só na última partida do Joinville no torneio nacional, foram 4 só dele. Grampola tem 21 gols e não tem mais como alcançar os primeiros colocados, pois o Joinville foi eliminado na primeira fase da Série C do Brasileirão.

 

 

 

5. Jô

Quinto lugar pra ele, o atacante que ninguém botava fé no inicio da temporada, hoje muitos querem na seleção brasileira. Jô mostrou seu valor, após ter problemas fora das quatro linhas e ver sua carreira deslanchar depois de uma boa passagem pelo Atlético Mineiro e disputar uma Copa do Mundo com a seleção Brasileira em 2014. O atacante chegou ao Corinthians desacreditado, mas calou os críticos marcando 6 gols no Campeonato Paulista, 1 gol na Copa do Brasil e 12 gols no Campeonato Brasileiro, se tornando o vice artilheiro da Série A e ocupando a quinta colocação no posto de artilheiro do ano do futebol brasileiro.