Veja a situação de jogadores que podem ou não ficar no Internacional em 2018

Cada vez mais, o Internacional começa a pensar em 2018. Com o acesso para a Série A iminente, a diretoria visa um planejamento antecipado para não repetir os erros recentes de seus antecessores que levaram o time à segunda divisão. Entretanto, a reformulação ou não do elenco não será tão fácil.

Redação Torcedores
Textos publicados pela Redação do Torcedores.com.Contato: redacao@torcedores.com

Crédito: Foto: Inter/Divulgação

De acordo com Roberto Melo, 70% do grupo que está disputando a Série B deve continuar no clube para a próxima temporada. Isso levanta perguntas para o torcedor que vê dúvidas no elenco, com jogadores que possuem contrato até o final de 2017 e podem não  ter o vínculo renovado.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Léo Ortiz é o primeiro deles. O zagueiro perdeu muito espaço desde que chegou e, atualmente, não parece ser essencial para Guto Ferreira que tem dois titulares muito bem definidos em Klaus e Cuesta, apesar do primeiro estar lesionado. O provável é que Ortiz seja emprestado para outro clube após a Série B.

Já com Carlinhos a situação é mais complicada. O lateral foi bem quando entrou em campo, mas se lesionou e com Uendel sendo titular absoluto, viu o crescimento do jovem Iago também atrapalhar uma possível volta ao time.

Felipe Gutiérrez tem sido reserva de luxo no Internacional. Constantemente convocado para o Chile, a impressão é que o meia não tem tido tempo de mostrar seu futebol. Quando substituiu D’Alessandro foi destaque, mas também tem a presença de Camilo que pode criar ainda mais ociosidade no banco do Colorado. O valor dele também pesa: R$ 4,7 milhões precisariam ser pagos para o Betis.

O atacante Roberson é uma incógnita. Ele teve propostas de pelo menos três clubes da Série A nos últimos meses: Avaí, Chapecoense e Atlético-GO. Entretanto o Inter relutou e preferiu mantê-lo, só que o jogador tem tido poucas oportunidades e a presença de Damião complica ainda mais a situação dele.

LEIA MAIS

Agenda de outubro: veja o que vem por aí no Inter