Futebol

Alessandro fala sobre 2018 no Corinthians e destaca situação financeira do clube

Publicado às

Jornalista. Como todo torcedor também gosto de dar meus pitacos. Fã da seleção italiana, do Milan e do Arsenal.

Corinthians

Crédito: Foto: Daniel Augusto Jr/ Ag Corinthians

Líder e pressionado no Brasileirão, o Corinthians não nega que já esteja pensando em algumas situações para 2018, como renovações de contrato, manter o elenco e possíveis contratações. E foi justamente sobre os dois últimos tópicos citados que o gerente de futebol do clube, Alessandro Nunes, comentou e alertou a fiel torcida.

Alessandro reforçou que o planejamento do Corinthians para o próximo ano é um assunto ‘antigo’ internamente e que tem contato frequente com Carille pensando em como pode ser o clube em 2018.

“Isso é um tema extremamente importante para todos os clubes, como para o Corinthians nesse momento. É um momento importante de busca de título, mas também de olhar para frente, para 2018 como planejamento. Estamos fazendo já desde alguns meses atrás, antes mesmo de oficializarmos a renovação no Carille, já vínhamos conversando sobre atletas, sobre composição de elenco, já vinha desenhando o que ele imagina para 2018 e temos ciência de bastante coisa”, disse em entrevista à ESPN Brasil.

Fato que já tem sido relevante no Corinthians desde o início do ano é a situação financeira do clube para contratações, tanto que o clube priorizou atletas sem contratos, principalmente. Alessandro deixou claro que o Timão novamente não irá fazer nenhuma loucura no mercado.

“Tem um lado financeiro que ele não é nada fácil para o futebol brasileiro, a dificuldade de você viabilizar uma aquisição hoje envolvendo valores, hoje, ela é complexa, todos nós sabemos. Ao término do ano a gente espera direcionar, intensificar um pouco mais essa parte econômica para alguns atletas qualificarem tecnicamente o elenco, que é o que mais precisamos. Você vem de uma temporada como essa, vem de título do 1º turno, briga pelo 2º turno… é óbvio que o torcedor cria uma expectativa muito maior em 2018. Então precisamos atender essa expectativa com bastante cuidado e segurança, comprometimento com as finanças do clube”, explicou.

“E esse trabalho, quando não se tem recursos econômicos importantes, se intensifica mais ainda. A busca de atletas, as avaliações, o monitoramento, a relação no mercado com os empresário e com os clubes ela tem de ser maior e isso estamos fazendo pontualmente. Porque sabemos que não vamos fazer uma revolução no nosso elenco, pelo contrário. Eles provaram competência ao longo do ano, então a manutenção desse elenco ela é importante e o acréscimo técnico ela é normal”, ressaltou. 

O gerente de futebol ainda mandou um recado para a torcida corintiana, onde afirmou que a diretoria trabalhará para deixar a equipe competitiva para 2018, já que é quase certo de que o clube irá disputar a Libertadores.

“Mas lembrando que o mercado hoje ele não é favorável. Com exceção de duas, três equipes que tem um poder econômico bastante importante e fazem aquisições bem expressivas e não é o caso do Corinthians. Mas o torcedor tenha a confiança, assim como está tendo esse ano, pode acreditar que 2018 vai ser melhor ainda. E nosso desafio é melhorar a qualidade técnica da equipe para 2018 e nós faremos isso para o Carille”, finalizou.

LEIA MAIS
MERCADO DA BOLA: CORINTHIANS ADMITE INTERESSE EM TROCA DE JOGADORES COM O BAHIA
ALESSANDRO FALA SOBRE POSSÍVEL RETORNO DE LATERAL E DESCONVERSA SOBRE FUTURO DE WALTER
DIRIGENTE DO CORINTHIANS COMENTA SITUAÇÃO DE ZECA COM SANTOS, E DIZ: ‘NÃO PODEMOS IGNORÁ-LO’