Extra-campo

Vídeo mostra imagens do assalto sofrido pelo goleiro Jefferson; assista

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução

Uma câmera de segurança nos arredores do Estádio Nilton Santos gravou toda a ação de um assalto em que bandidos roubaram o veículo e pertences do goleiro Jefferson, na manhã deste domingo, 22/10.

Nas imagens, que tem boa definição, é possível ver que tudo ocorre rapidamente, em menos de um minuto, e que de fato, Jefferson já estava chegando ao seu destino, pois é possível ver ao fundo da imagem o muro do Estádio Nilton Santos.

Veja o vídeo:

O relógio da câmera marcava 07 horas, 49 minutos e 29 segundos no momento da abordagem. Ao parar seu carro no semáforo, o goleiro é logo fechado por um veículo Gol de cor cinza, e de dentro dele descem dois homens armados; o primeiro, que está com uma balaclava, ou “touca ninja”, para não ser identificado, vai direto em direção ao carro de Jefferson e o rende; o segundo segue correndo com um arma em punho pela calçada oposta e some da imagem. O terceiro integrante do bando, que estava na direção do carro usado na abordagem, desce do veículo e toma a direção do carro do goleiro.

Enquanto isso, o primeiro bandido revista Jefferson, toma seus pertences e o deixa ajoelhado na calçada de costas para a rua, sentando em seguida no banco do carona. Depois disso, o segundo integrante reaparece na imagem, se junta aos comparsas no carro de Jefferson e os três fogem, deixando para trás o carro em que chegaram, isso quando o relógio marcava 07 horas, 50 minutos e 5 segundos.

Após os bandidos deixarem o local, Jefferson se levanta e segue em direção ao estádio.

Vídeo: Reprodução do WhatsApp

O carro de Jefferson já foi recuperado pela Polícia Militar e será devolvido ao goleiro.

No Instagram, o goleiro falou sobre o assalto. “Oi, galera! Como vocês já devem ter visto através da imprensa, infelizmente fui mais uma vítima da violência que assola nossa cidade. Estava chegando ao Centro de Treinamento do Botafogo e fui rendido por pessoas armadas com a intenção de levar meu carro e meus pertences. Deus me iluminou e me deu calma para saber lidar com a situação de perigo e graças a Ele não sofri nenhum tipo de violência”, disse Jefferson.