Futebol

Bolaños publica foto provocando rival e comemorando a vitória do Grêmio

Publicado às

Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Bolaños

Crédito: Foto: Reprodução/Instagram

Do México, onde defende o Tijuana, o atacante Miller Bolaños engrossou a torcida do Grêmio nesta quarta-feira. E deu sorte. Direto de Guayaquil, no Equador, o time gaúcho teve uma atuação de luxo e aplicou 3×0 sobre o Barcelona pela partida de ida da semifinal da Libertadores, dando um enorme passo rumo à decisão da competição continental.

Bolaños começou a Libertadores como titular do Grêmio, mas foi perdendo espaço ao longo da temporada por lesões e problemas fora de campo. Ele acabou emprestado ao Tijuana, do México, sem, no entanto, guardar mágoas do ex-clube. Prova disso foi a comemoração que fez no seu Instagram a partir da vitória tricolor sobre o Barcelona.

Na rede social, equatoriano publicou uma foto vestindo a camiseta do Grêmio e mostrando três dedos, em referência ao placar da partida. Na legenda, ele escreveu “de 3 como gosta o peru”, que se refere a uma antiga vitória por 3×0 do Emelec sobre o Barcelona perto da data de Natal. Antes de ser contratado pelo Grêmio, Bolaños era destaque do Emelec.

Ironicamente, Bolaños foi revelado pelo próprio Barcelona, onde surgiu em 2006 e acabou dispensado dois anos depois. No entanto, sua identificação maior é com o Emelec e foi através das boas atuações neste clube que ele chamou a atenção do Grêmio em 2016, quando foi adquirido por cerca de 20 milhões de reais com ajuda de investidores.

Na próxima quarta-feira, até mesmo uma derrota por dois gols de diferença classifica o time de Renato Gaúcho à final da Libertadores. Na outra semi, o River tentará sustentar a vantagem de 1×0 sobre o Lanús, que joga em casa o jogo da volta. Antes, o Grêmio visita o Avaí no domingo pelo Brasileirão.

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

Grohe faz defesa inacreditável e explica o movimento: “Era o que dava para fazer”

Ex-goleiro do Grêmio cutuca colorados: “Podem ir dormir depois da novela”