Torcedores – Notícias Esportivas

Bolzan despista sobre críticas a Héber: “Se eu disse, foi em um contexto fora da entrevista”

Logo após o empate em 0x0 diante do Corinthians, nesta quarta-feira, em São Paulo, pelo Brasileirão, o presidente gremista Romildo Bolzan Jr deu entrevista coletiva e comentou sobre o polêmico tema que dominou a terça-feira. Em entrevista dada ao site da ESPN, o mandatário fez duras críticas ao árbitro Héber Roberto Lopes e o chamou de “careca vagabundo paranaense”.

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Crédito: Crédito da foto: Divulgação/ Lucas Uebel/ Grêmio FBPA

“O limite da entrevista era até a nossa preocupação da arbitragem. O “demais” que aconteceu foi rigorosamente dentro de um ambiente privado. Queria pedir desculpas ao jornalista, porque não me fiz entender para deixar a entrevista no seu devido lugar. Se alguém tem culpa nesse episódio sou eu. Não mostrei ao jornalista que o limite era tal, e o resto era privado. Não tinha motivos para publicizar situações difamatórias”.

Bolzan relembrou situações passadas de jogos do Grêmio em que Héber não teria ido bem, e não admitiu que, de fato, falou os termos publicados pelo jornalista da ESPN.

“Não estou admitindo que eu disse, mas se disse, foi num ambiente privado dentro de um contexto fora da matéria”, acrescentou.

Em um duelo sem muitas situações claras de gol, mesmo sendo entre líder e vice-líder, Corinthians e Grêmio não produziram lances muitos polêmicos. Desta forma, o experiente árbitro de 45 anos não teve muito trabalho e teve atuação segura. Foi apenas o oitavo jogo de Héber no campeonato.

“Podemos até ganhar este jogo, mas já arrumaram um jeitinho: botaram o Héber, esse careca vagabundo paranaense. Ele é juiz caseiro. O histórico dele não é bom e neste ano andou apitando Série B. Não atuou em jogos de grande pompa. E este jogo contra o Corinthians é muito importante”, detonou Bolzan na terça-feira à ESPN.

Segundo o UOL Esporte, o árbitro se reunirá na quinta-feira com os seus advogados para analisar a possibilidade de processar o presidente do Grêmio. O Corinthians, por meio do mandatário Roberto de Andrade, lamentou as declarações de Bolzan e disse que “isso é querer inverter a pressão do árbitro”.

Dentro de campo, o empate em 0x0 complicou o sonho gremista de mais um título brasileiro. A diferença para o líder Corinthians permanece em 9 pontos. No domingo, ainda pelo nacional, o Grêmio recebe o Palmeiras. Depois, na quarta-feira, dia 25, encara o Barcelona, no Equador, pela partida de ida da semifinal.