Extra-campo

Botafogo vai a delegacia por contrato assinado por ex-presidente do clube

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Vitor Silva / SSPress.

O Botafogo vai muito bem dentro de campo, obrigado, mas os bastidores do clube de General Severiano estão fervendo. O clube foi a delegacia por causa de um contrato de R$ 20 milhões.

Tal contrato foi assinado pelo ex-presidente Mauricio Assumpção entre os anos de 2013 e 2014 com a construtora Oderbrecht, investigada pela operação Lava Jato.

“Existem fortes indícios que o Botafogo de Futebol e Regatas, por intermédio dos referidos contratos de mútuo, tenha sido vítima de atividades suspeitas, as quais merecem apuração da autoridade competente que, diante da consistência do que lhe foi apresentado, já determinou a abertura do inquérito policial e a providência para a oitiva dos envolvidos”, explicou o Botafogo, em nota oficial.

Além de Mauricio Assumpção, foram expulsos do quadro de sócios do clube, pelas supostas irregularidades, foram notificados Sergio Landau, ex-CEO do fogão,  Benedito Barbosa da Silva Jr, diretor-presidente da Odebrecht, Leandro Andrade Azevedo, diretor da construtora e João Borba Filho. presidente do Complexo Maracanã Entretenimento S.A, consórcio criado para administrar arenas. Com informações do site da ESPN. 

Você conhece os melhores sites de apostas do mercado? O OddsShark te indica!

LEIA MAIS
BOTAFOGO X CORINTHIANS: VEJA AS NOTAS DOS JOGADORES DO TIMÃO NA PARTIDA