Chelsea empata em casa e Man Utd vence o Benfica em Portugal – Confira os resultados das partidas do Grupo A da UCL

Emoção e seis gols no empate entre Chelsea e Roma

Luiz Fiaes
Colaborador do Torcedores

Crédito: © GETTY / RICHARD HEATHCOTE

Chelsea e Roma fizeram o jogo mais interessante da rodada na Liga dos Campeões, com direito a seis gols e muita emoção. Os Blues abriram dois gols de vantagem, cederam a virada e encontraram o empate em 3 a 3.

Jogão em Stamford Bridge

Chelsea e Roma fizeram um primeiro tempo bastante movimentado. Os romanos trataram de adiantar a equipe, encurralando os Blues, que por outro lado levaram sempre perigo nas saídas em velocidade para o ataque.

David Luiz abriu os trabalhos aos 11 minutos. Atuando como volante, o brasileiro arriscou de fora da área e pegou mal na bola, sem força. Mas a sorte estava a seu lado e a redonda voltou para os seus pés. A segunda tentativa foi bem melhor, forte e no canto, sem chance de defesa.

Com 36 minutos, Hazard puxou o contra-ataque e abriu para Morata na esquerda. O espanhol devolveu para o belga, que ampliou o marcador.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Kolarov descontou antes do intervalo com linda jogada individual. O lateral colocou a bola entre dois defensores e disparou em direção à área antes de bater forte para estufar a rede.

A partida seguiu em ritmo alucinante e Dzeko tratou de empatar e virar a partida. O primeiro gol  em belo chute de primeira. O segundo de cabeça em cruzamento de Kolarov.

A virada não foi sustentada por muito tempo. Hazard, também de cabeça, decretou o empate em 3 a 3 no jogo mais divertido da rodada.

Confira os gols da partida:

http://www.youtube.com/watch?v=GULWglhZ6gE

O resultado foi bom para o Chelsea, que manteve-se na liderança isolada do grupo C, com sete pontos. A Roma soma cinco e é vice-líder, na frente de Atlético de Madrid, com dois, e Karabakh, com um.

Manchester United vence Benfica e segue 100% na Champions

Com um gol de Marcus Rashford, em falha do jovem goleiro Svilar, o Manchester United venceu o Benfica, em Lisboa, para seguir 100% e na liderança do grupo A da Liga dos Campeões.

Benfica começa bem, mas vai perdendo intensidade

O Benfica começou o jogo com boa intensidade. Era quem procurava arriscar mais e quase conseguiu o gol em arremate perigoso de Salvio após jogada de Grimaldo.

O Manchester United tinha preocupações prioritárias com a defesa. Buscava não passar sustos e, quando possível, arrumar ataques perigosos. Uma cabeçada de Lukaku poderia ter sido um grande perigo, vide que bateu no travessão, mas o mediador marcou falta do atacante.

Só depois dos 30 minutos que os Diabos Vermelhos foram assustar mesmo. Matic tentou chute e parou em Svilar. Na sequência, poucos minutos depois, Juan Mata teve arremate desviado.

United cresce e vence

Os Encarnados, que se desgastaram muito na primeira etapa, acabaram não tendo tanto gás no segundo tempo. O United aproveitou e foi ficando cada vez mais perigoso.

Até que saiu o gol. Rashford tentou cobrança de falta de muito longe e aproveitou que Svilar se enrolou. O goleiro acabou entrando com bola e tudo.

O Benfica criava pouco para empatar e era mais capaz que sofresse o segundo. Até que uma grande chance apareceu. Através da bola parada, Ruben Dias teve ótima oportunidade do empate, mas a desperdiçou. O estádio lamentou o lance perdido e, pouco depois, a derrota confirmada.

Em segundo lugar na chave, com seis pontos, três a menos que os ingleses, está o Basel, que venceu o CSKA, em Moscou, por 2 a 0.