Futebol

Clayson é detido após confusão em derrota do Corinthians; jogador explica situação

Publicado às

Jornalista. Como todo torcedor também gosto de dar meus pitacos. Fã da seleção italiana, do Milan e do Arsenal.

Clayson

Crédito: Foto: © Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Após a derrota do Corinthians diante do Botafogo por 2 a 1, um possível pênalti não marcado causou uma confusão no fim do jogo. Tanto que jogadores dos dois times se enfrentaram, e após se exaltar Clayson possivelmente agrediu dois policiais e acabou detido.

As informações que foram passadas pelos policiais já no no JECRIM (Juizado Especial Criminal) é de que o camisa 25 (Clayson) teria agredido dois agentes.

Minutos depois, Clayson deixou o local e foi breve ao explicar o caso, onde afirmou que não se tratou de agressão, mas apenas movimento de defesa.

“Não foi nada demais, cheguei a empurrar na confusão. Não sabia quem era, achei que era do quadro de arbitragem. Mas só coloquei a mão e abaixei a mão dele, só isso”, explicou Clayson após prestar depoimento.

ASSISTA AO MOMENTO DA CONFUSÃO APÓS O FIM DA PARTIDA ENTRE BOTAFOGO X CORINTHIANS: 

O ônibus do Corinthians aguardou o atacante corintiano para poder deixar o local. A delegação corintiana irá desembarcar em São Paulo na tarde desta terça-feira.

Aos canais Fox Sports, Flávio Adauto também falou sobre o ocorrido com Clayson e minimizou o assunto.

“Não aconteceu nada. Acho que alguém estava procurando alguns minutinhos de fama. O Clayson explicou, disse que nem sabia que era policial, disse que um camarada o empurrou e ele segurou o braço da pessoa”, disse o dirigente.

“Negócio bobo, sem a menor importância e isso desvia o foco de um jogo em que o Corinthians foi prejudicado, teve um pênalti não marcado. E normalmente, em relação ao Corinthians, se fosse à favor do Botafogo esse pênalti, cairia o mundo”, completou.

 

LEIA MAIS
CONFIRA A TABELA DE CLASSIFICAÇÃO ATUALIZADA DO BRASILEIRÃO APÓS A 30ª RODADA
BOTAFOGO X CORINTHIANS: JÔ É TOCADO NA ÁREA E CORINTIANOS RECLAMAM DE PÊNALTI; ASSISTA