Como o Cuca pode aproveitar a pausa para resolver os problemas do Palmeiras

O Palmeiras entra em campo apenas no dia 12, próxima quinta-feira, contra o Bahia, no estádio do Pacaembu, às 21h (de Brasília). O técnico Cuca tem tempo para preparar a equipe e corrigir erros. A derrota para o Santos, no Allianz Parque, deixou claro que para garantir a Libertadores, faltam ajustes.

Brunno Araújo
Colaborador do Torcedores

Moisés é um dos jogadores que agradece a pausa para fazer trabalhos específicos no Palmeiras. O meia vinha jogando direto desde a volta da cirurgia no joelho esquerdo, mas ainda não conseguiu render o esperado.

Cuca aproveita pausa para recuperar o jogador. (Foto: Ag Palmeiras/Divulgação)

 

Nos últimos dias, o ‘Profeta’ não apareceu em campo para treinar com o restante do elenco e ficou fazendo atividades de fisioterapia na parte interna da Academia de Futebol. Cuca deve aproveitar a pausa para recuperar cem por cento do jogador, já que é considerado peça fundamental no elenco.

Guerra vem ficando no banco nos últimos jogos, porém tem condições de jogo. Cuca dificilmente escala os dois no meio campo, mas com a pausa poderá fazer testes com esquema tático diferente na equipe. Deyverson é outra peça que não vem agradando.

Palmeiras precisa acertar a pontaria

O Verdão pecou nas finalizações diante do Santos, e com um vacilo deixou os pontos escaparem. Deyverson ‘furou’ cruzamento rasteiro de moisés, e na sequência Dudu também não conseguiu empurrar para as redes. Cuca deve mudar.

Deyverson pouco fez diante do Santos. (Foto: Globoesporte.com)

 

William pode voltar a atuar como centroavante no lugar do Deyverson, e Róger Guedes pode voltar ao time pelo lado esquerdo.

Outra volta iminente é a de Felipe Melo. O volante vem treinando com a equipe, e Cuca o colocou para atuar até de zagueiro, situação na qual foi elogiado pelo comandante. Se pensarmos tecnicamente, o treinador deve, sim, procurar um lugar para escalar o volante, pois tem uma técnica indiscutível.

Volante treina normalmente na última quinta-feira (5). Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press

 

No último jogo, Tchê Tchê melhorou o setor da lateral esquerda, quando passou a jogar por lá no lugar de Zé Roberto. Se mantiver o jogador naquele setor, a ‘meiuca’ passaria a ter Jean, Felipe Melo e Moisés (vale lembrar que Arouca está recuperado, e treina normalmente com o elenco), com os três homens de frente: Dudu, William e Róger Guedes.

Michel Bastos é outro jogador que treina normalmente, e é opção para a lateral esquerda (última partida do meia foi justamente pela lateral esquerda, contra o São Paulo, em vitória por 4 a 2, no Allianz Parque).

Vem mudança no gol?

Jaílson, que não joga desde a eliminação para o Barcelona de Guaiaquil, pela Conmebol Libertadores, está liberado para voltar. Apesar de estar invicto com a camisa do Palmeiras, Prass está voltando a fazer boas partidas. Com a Data Fifa, o treinador tem uma dor de cabeça ‘boa’ para definir quem vem melhor nos treinamentos.

Borja

É hora de aproveitar e por o colombiano pra jogar. Contratação mais cara da história do clube, ainda não rendeu o que todos esperam. O atacante treina normalmente, e Cuca deve aproveitar a pausa para colocá-lo em teste.

Borja e William Bigode no treino da última quinta-feira (5). O segundo é cotado para assumir a vaga de centroavante. (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

 

São testes para o comandante do Verdão acertar o time, principalmente na questão finalização, algo que custou caro na derrota para o rival Santos.

LEIA MAIS:
JORNAL: MINA PODERÁ CHEGAR AO BARCELONA EM JANEIRO DE 2018