Extra-campo

Confira os gols da partida entre Barcelona (EQU) 0 x 3 Grêmio pela Copa Libertadores

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: © LUCAS UEBEL

Grêmio coloca Barcelona na roda e encaminha vaga na decisão da Libertadores

Se o Barcelona de Guayaquil foi problema para Palmeiras e Santos, com o Grêmio não foi assim. Edílson fez um gol de falta e deu uma assistência para Luan, que marcou duas vezes. Ainda com outros personagens, como Marcelo Grohe, que fez um milagre inacreditável, e Arthur, que dominou o meio, o Tricolor foi soberano no Equador e abriu vantagem na semifinal da Libertadores fazendo 3 a 0. Fora o baile.

Luan vai mostrando o caminho

Demorou 19 segundos para o Barcelona chegar na área gremista. Após rápida jogada pela canhota, Ariel recebeu e concluiu, mas sem direção. O troco foi rápido também: Luan bateu e Banguera espalmou.

O jogo era pautado também nos erros. Os equatorianos erravam alguns passes na saída de bola, mas o erro de Pedro Geromel foi mais grave. O zagueiro perdeu bola na lateral e deu a chance de Vera avançar. Sorte do defensor foi que o chute acabou sendo torto.

A falha seguinte foi equatoriana, e acabou nos pés de quem não podia. A zaga errou ao cortar bola na área e Luan pegou a sobra. O chute ainda desviou antes de morrer no fundo da rede.

O Grêmio já era o time mais eficaz. Depois do gol, passou a ser também o mais tranquilo. Nervosos, os equatorianos deram ótima oportunidade para Edílson aparecer cometendo uma falta que o lateral tanto gosta de cobrar. Edílson bateu forte, como sempre, e a barreira foi uma peneira. Banguera só olhou a bola morrer no fundo do gol.

Após abrir 2 a 0, os gaúchos se retraíram e deram campo ao rival, que não soube muito aproveitar e, fora em cruzamentos, não chegou a assustar Grohe no primeiro tempo.

Baile gremista

O segundo tempo começou com pressão dos equatorianos. E aos três minutos, o gol só não saiu porque Marcelo Grohe foi uma muralha! Após bola na área e desvio, Ariel teve chance na pequena área, mas Grohe mostrou um reflexo incrível para fazer uma defesa inacreditável.

Depois do milagre de Grohe, Luan  e Edílson voltaram a aparecer. O lateral fez ótima jogada no fundo e mandou na medida para o atacante fazer 3 a 0.

O Tricolor, então, passou a dar uma aula de futebol. Ganhava praticamente todas as bolas e, com toques rápidos, deixava o adversário cada vez mais tonto.

Foi 3 a 0 fora o baile. Sem contar que poderia ter sido bem mais, tamanha a superioridade do time brasileiro para chegar no ataque na reta final da partida.

No Rio Grande do Sul, os gaúchos poderão perder até por dois gols de diferença que, ainda assim, estarão na decisão da Copa Libertadores. A vaga está perto.

Confira os gols da partida: