Futebol Paulista

Opinião: Corinthians de 2017 segue o mesmo rumo do Palmeiras de 2009

Publicado às

Gustavo Nunes, morador de São Paulo/SP e estudante de Jornalismo. "Busco trazer informações relevantes sobre assuntos não muito explorados dentro do futebol."

Corinthians x Palmeiras

Crédito: Foto: © Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Com a derrota para o Botafogo, o Corinthians tem a liderança ameaçada. Mesmo com seis pontos de vantagem a torcida começa a duvidar do título.

O time do Corinthians conquistou o campeonato paulista e era dono de uma campanha invejável até o fim do primeiro turno do Brasileirão. Poucos apostavam que o time de Parque São Jorge pudesse alcançar um nível técnico tão alto, com investimento tão baixo. Mas a verdade é que o timão era um time a ser batido e passou por cima de quase todos os rivais ao título.

Algo aconteceu durante a virada de turno que fez o Corinthians despencar pela tabela, seria a soberba? Com apenas 12 pontos conquistados em 11 jogos no returno, o timão abriu espaço para a chegada do Palmeiras e do Santos. Algo parecido ocorreu em 2009 e os palmeirenses lembram muito bem.

Na 30ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2009, o Palmeiras era líder com 54 pontos. O clube vinha de uma sequência ruim, com troca de técnico – saiu o Jorginho que havia conquistado 6 vitórias seguidas e entrou o Muricy que afundou o time. O Corinthians vive situação semelhante, não há troca de técnico, mas o time vem caindo e muito, algo que nem os cronistas mais experientes conseguem explicar.

Em 2009, o vice-líder era o Flamengo com 50 pontos. Desta vez a vantagem corintiana é maior, mas temos um clássico pela frente, o Corinthians precisa fazer valer seu mando de campo. Um outro fator parecido são os elencos, tanto o time do Palmeiras em 2009 quanto o Corinthians de 2017 são times fracos tecnicamente, sem tantos recursos.

Na época foi um desastre para o Palmeiras, que não sentiu nem o cheiro da Libertadores. Algo como este é praticamente impossível de acontecer com o Corinthians, já que temos praticamente 7 vagas para a competição, mas o técnico Fábio Carille precisa dar um choque em seus jogadores, pois conhecemos a Fiel torcida. Perder um título tão ganho como este, para o principal rival, vai tirar o sono de muita gente.